Aprenda o Mito da Caverna (Platão) com a Turma do Piteco (Mauricio de Sousa)

Eu sempre falo que Mauricio de Sousa é um gênio.

Suas HQs (e ideias de modo geral) levam seus leitores muito mais além do que o simples entretenimento… não sei quanto a essa Nova Turma da Mônica, mas posso responder sobre os quadrinhos mais antigos dele. Hoje vamos aprender, com a ajuda do Piteco, algo sobre a Filosofia do Mito da Caverna (ou Alegoria da Caverna, tanto faz), do musculoso filósofo grego Platão.

O quê?! Você não sabe quem é o Piteco?!

Meus pesames. Enfim, vamos ao que interessa!

MitoDaCavernaPiteco
Clique na imagem para ampliar

Da mesma forma que ocorre na Alegoria apresentada por Sócrates no livro VII do livro A República (Platão escreve o livro, mas quem tá na história é Sócrates), os indivíduos socados no fundo da caverna (presos e imobilizados desde a infância) só sabiam o que se passava fora da Caverna por causa das sombras projetadas no fundo da Caverna (não podiam se mexer, apenas olhar pra frente), então eles entendem as sombras como o “Mundo Real”.

Por exemplo, se alguém passasse na frente da Caverna com um vaso na cabeça, eles não entenderiam que se trata de alguém com um vaso na cabeça, mas entenderiam aquela imagem como algo real.

Sócrates (professor de Platão)  acreditava no “Mundo Sensível” ou “Mundo das Ideias” onde tudo que temos por aqui (Cidades, conjunto de Leis, Pokémon GO) já existia nesse Mundo das Ideias, só que numa versão super ultra hiper mega ultimate PERFECT COOL, my friend .

Sim, eu sei, é complicado pacas. Uma boa referência sobre o Mundo das Ideias e o Mito da Caverna pra você complementar é o filme Matrix.

Eu fiz uma postagem no meu outro blog sobre uma interpretação estilo Sócrates da animação Madagascar. Passem lá e comentem.

MitoDaCavernaPiteco (1)
Clique na imagem para ampliar

Voltando ao assunto, Sócrates conclui que o ideal seria que um dos prisioneiros (cativos) fosse liberto para entender, de fato, o que acontece fora da Caverna, então, ele seria capaz de explicar aos outros as Verdades que acontecem ao seu redor e que todos ignoram.

Você pode encontrar o trecho do livro onde há esse diálogo conhecido como Mito da Caverna na página do Wikipédia clicando aqui.

O bom é que, como se trata de um texto escrito antes de Cristo, Mauricio faz o favor de criar um paralelo com nossa Sociedade refém da TV e das Mídias que…. não sou eu quem vai dizer se elas manipulam ou não, mas que alguns canais são bem tendenciosos, isso sim.

Mais uma vez, Mauricio de Sousa promove uma oportuna discussão interessante. Em outros momentos, podemos ver em suas HQs assuntos (que nem sempre chegam aos ouvidos dos Jovens com a fluidez e a veracidade que deveria) como Espiritismo, Educação dentro e fora de casa, e outros tantos momentos, o cartunista e empresário (que também é membro da Academia Brasileira de Letras) mostra que se preocupa com o conteúdo de suas histórias.

Ah, claro que, aqui e acolá, aparece algo de conteúdo questionável ou que dê margens para coisas como Porra, Mauricio!

Ninguém é perfeito! Se não gosta, faça melhor, seu puto.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s