Mês 11/09 – O Homem Aranha em memória da tragédia do 11 de Setembro

Primeiro gostaria de me desculpar com todos os leitores deste Indulgente Espaço Virtual. Esta atualização ainda roga, já que ainda é sobre o famigerado 11 de Setembro, mas não rolou fazer em tempo hábil, pois precisei me hospitalizar por estar doente.

Muito doente.

Mês Onze de Setembro - Eu sendo socorrido para o Hospital por familiares
Mês Onze de Setembro – Eu sendo socorrido para o Hospital por familiares

Este ultimo final de semana foi terrível, fui ao Hospital duas vezes, tomei medicação na veia, fiz uma caralhada de exames e tudo isso enquanto ainda estava doente. A Ciência atual ainda não descobriu o que eu tenho, mas sou resistente feito uma barata e não me dou por vencido e suporto as adversidades com heroica humildade. Contudo, já estou bem melhor.

Obrigado por perguntar.

Voltando ao que interessa, este mês estamos discutindo os eventos que relembram o ataque contra as Torres Gêmeas. Uma coisa que eu sempre andei procurando (sim, creio que desde o ano do ataque que eu procuro isso) e não achei,  era uma HQ do Homem Aranha tratando do assunto.

Sim, eu achei a tal da revista do cabeça de teia e se chama “Homem Aranha – Em Memória da Tragédia de 11 de Setembro”.

Mês Onze de Setembro - Homem-Aranha - Em homenagem da tragédia de 11 de Setembro
Mês Onze de Setembro – Homem-Aranha – Em homenagem da tragédia de 11 de Setembro

O bom da HQ é realmente o fato de que nenhum Super Herói conseguir impedir que Obama Bin Laden derrubasse as Torres, e não foi usado algo extraordinário para recontar a História.

HQs são um ótimo norteador, um ótimo orientador para quem ainda não sabe direito o que fazer na sociedade. Por exemplo, você pode aprender valores morais com HQs. Foi pensando nisso que a Marvel criou capas de HQs contra Bullying.

Tal prática da Marvel é recomendada pelo Bazuca!

O traço ficou por conta de John Romita Jr. e é muito bom, diga-se de passagem, contudo, caso você não curta o Espírito Nacionalista Americano ricamente disseminado na revistinha, melhor nem chegar perto de ler.

O teor dos comentários são incrivelmente tendenciosos, quer dizer, o aranhudo age como se toda a Nação Americana fosse “vítima”, estuprada por um monstro galático impiedoso sadicamente pirocuro. Não estou minimizando a tragédia, mas esse discurso acaba soando bastante dramático.

Frases como “Limites foram ultrapassados”, “Somente um Louco pensaria isso”, “Verdadeiros Heróis” ou “Justiça Infinita” e cenas comoventes como o garoto negro amparado pelo Homem Aranha, ao encontrar o pai morto.

Engraçado que, nessas horas, tanto comedor de hamburguer chorando pelas Torres Gêmeas, ninguém questiona a Bomba Atômica em Hiroshima e Nagazaki, o que me lembra o Mangá Gen Pés Descalços… mas se você acha que estou exagerando e sendo cuzão neste post, guardei o melhor pro final.

Mês Onze de Setembro - Não, eu não consigo ver um homem chorar, nem nos quadrinhos...
Mês Onze de Setembro – Não, eu não consigo ver um homem chorar, nem nos quadrinhos…

O Dr. Destino chora pelos americanos.

Sim, uma lágrima pelo American Way of Life. Sério, pare o que você está fazendo e pense um pouco no assunto: No Universo Marvel, o Dr. Destino é a pica das galáxias e não tem pra ninguém. O cara de lata, talvez, em matéria de Poder e condições para fuder com qualquer criatura viva,  só perca pro Pica-Pau, não sei ao certo. Seja como for, caso tenha interesse em conferir esse marco das HQs, clique aqui.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s