Praça de Fortaleza que homenageava golpe militar hoje relembra religioso que lutou contra a ditadura

Fonte original: O Povo


Praça da Paz Dom Hélder Câmara foi renomeada em 2014(Foto: Divulgação)

Desde abril de 2014, a antiga Praça 31 de Março passou a se chamar Praça da Paz Dom Hélder Câmara. Mais que uma mudança de nomenclatura, o rebatismo do equipamento público construído na Praia do Futuro representou uma mudança histórica: deixou de homenagear o dia do golpe militar que implantou a ditadura no Brasil para relembrar o religioso que, à época do regime autoritário, lutou pelos direitos humanos.

A mudança foi proposta pelo vereador de Fortaleza João Alfredo (Psol) em 2009 e aprovado na Câmara Municipal em novembro de 2013. O espaço deixou de se chamar Praça 31 de Março meses antes, em abril de 2013, quando uma lei revogou aquela homenagem. Contudo, somente em 24 de abril do ano seguinte o equipamento recebeu o novo nome, após o projeto de lei do vereador psolista ser sancionado pelo prefeito Roberto Cláudio (PDT).

Sem homenagens

No Ceará, uma lei aprovada no fim do ano passado proíbe a administração pública de homenagear a ditadura. De autoria do deputado estadual Renato Roseno (Psol), a legislação veta nome de pessoas que constem no Relatório Final da Comissão Nacional da Verdade para a eventual identificação de prédios, rodovias, repartições públicas e bens de qualquer natureza pertencente ou sob gestão do Estado. O projeto de lei foi aprovado em 17 de dezembro de 2018 e sancionado no último dia 15 de janeiro pelo governador Camilo Santana (PT).

Com homenagens

Na última semana, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) determinou ao Ministério da Defesa que sejam feitas “comemorações devidas” no País em referência ao dia 31 de março de 1964. A ordem presidencial chegou a ser proibida pela Justiça na sexta-feira, 29, mas, no dia seguinte, nova decisão autorizou as comemorações.

Em meio ao impasse e à repercussão da fala, o presidente recuou. Em entrevista à Folha de São Paulo, explicou a declaração. “Não foi comemorar, foi rememorar, rever o que está errado, o que está certo e usar isso para o bem do Brasil no futuro”, disse.

Anúncios

Comenta aí, machu véi!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.