Enem 2018 tem cartas de Henfil para Geisel, crise hídrica, livro 1984 e racismo

Poisé, hoje foi a primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio (vulgo ENEM)  e, aliás, a propaganda deste ano parece que foi pensada por um adolescente. Aliás, de novo, eu tenho minhas reservas sobre o assunto e já critiquei isso aqui no blog. Quem me conheçe, sabe que eu sempre critiquei os temas das redações. Muitas vezes, parece que os elaboradores dos temas foram propostos por pessoas que estavam trancados dentro de um container no fundo do oceano nos últimos anos …

Enfim, a prova exigiu conceitos de filosofia (de Epicuro até Guy Debord), além de violência contra a Mulher, trecho de 1984 (George Orwell), aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, hino nacional… Machu teve tanta coisa que, sinceramente, eu senti orgulho dessa prova.

Tá, mas e a redação?!

O tema, para a minha surpresa (e pra muita gente) foi A Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados da Internet, um tema bastante polêmico, ainda mais se você pensar nas Eleições 2018. Vale lembrar que desde 2017 que desrespeito aos Direitos Humanos não zera a nota da prova, mas ainda tira ponto, já que a Competência 5 da avaliação da redação exige o respeito aos Direitos Humanos… então manera, pequeno gafanhoto.

A redação teve quatro textos de apoio, três deles são trechos de reportagens e um gráfico com dados sobre o uso da Internet entre homens e mulheres. Os textos são “O gosto na era do algoritmo” (do El País), “A silenciosa ditadura do algoritmo” (do jornalista Pepe Escobar) e o terceiro se chama “Como a internet influencia secretamente nossas escolhas” (da BBC Future).

Todos os textos e gráficos da redação são de 2016.

E a parte de Linguagem?

Uma boa dose de criticas sobre a falta de liberdade ja demonstrada pelon(infelizmente) presidente eleito Bolsonaro foi o uso de um  um trecho da obra “1984” (George Orwell), que ja falamos de 1984 e Donald Trump.

Feminicídio

Outra coisa foi oa violência contra a Mulher abordada, pelo menos, duas vezes. Na primeira, com base no protesto das candidatas do Miss Peru 2018 (aquele que as candidatas falavam os números de feminicidio e outras formas de violência), o aluno tinha que identificava como violência contra a mulher no texto… Cara, ainda acredito que muita gente vai se complica nessa questão.

Em outro ponto da.prova, o aluno tinha de analisar um cartaz de 2017 sobre violência contra a mulher e apontar o modo interativo que indica o comportamento dos usuários a partir da informações da campanha do cartaz.

Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH)

O Enem também se deu ao trabalho de discutir os 70 anos (comemorados em dezembro de 2018) da Declaração Universal dos Direitos Humanos, com base numa entrevista que cita objetivos da Agenda 2030.

E teve racismo?

Sim, teve sim senhor.  O aluno deveria identificar o racismo em um texto sobre estética de beleza de homens e mulheres negros.

Conclusão

É interessante ver como a prova do Enem, que é um divisor para o ensino superior, exige que o candidato esteja minimamente atualizado e saiba debater esses assuntos atuais. Eu já vi nas internet da vida que há candidatos que julgaram o tema bastante fácil, por se tratar de algo que eles usam todos os dias (internet) e eu lembro que não é a primeira vez que Internet é assunto de redação.

Quanto ao proposto nas causas Sociais e conhecimento sobre Filosofia, isso é bem interessante. A prova do ENEM é a porta de entrada para o ensino superior, dessa forma, o aluno precisa (SIM) ser alguém que tenha uma visão crítica da sua época (com respeito aos Direitos Humanos). Trazer numa mesma prova, temas tão contrários como Ditadura Militar e Declaração Universal de Direitos Humanos, exigir numa redação uma visão sobre a manipulação de dados na internet, sim, o Enem agora é Exame Nacional de Ensino Marxista.

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

Comenta aí, machu véi!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.