Greve Geral de 28 de Abril, CLT e a Reforma da Previdência

Conhecer a História da Consolidação das Leis do Trabalho é, não apenas aprofundar-se na História. Os trabalhos para a criação da CLT iniciaram ainda no período conhecido como Estado Novo, (10 de novembro de 1937 até 31 de janeiro de de 1946) e durou cerca de 13 anos, numa clara aproximação de Getúlio com a classe Trabalhadora (era chamado de “Pai dos Pobres“).

Diante da conjuntura historica (Lei da Terceirização, Reforma da Previdência e outras), é obrigação saber o quanto era sofrido e arriscado ao Pai de Família trazer sustento para o Lar e saber o quanto este documento é forjado nas lutas (que demoraram anos) por melhorias na vida das pessoas.

O QUE É A CLT?!

Pra quem não sabe, a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) fará aniversário de 74 anos. O referido documento foi possível graças aopelo então presidente Getúlio Vargas por meio do Decreto-Lei nº 5.452 (1 de maio de 1943) e sancionada, unificando toda legislação trabalhista existente no Brasil.

Muitas lutas ocorreram para a instalação de Políticas que cuidassem dos direitos do Trabalho. Além da CLT temos, antes dessa, a primeira verão da Constituição Federal (1934) que já garantia uma Jornada de Trabalho e descanso, Salário Mínimo, Direitos para quem é demitido, entre outros.

MAS O QUE TEM A VER A REFORMA DA PREVIDÊNCIA E A CLT?

Os ultimos movimentos do texto da Reforma da Previdência, coisa sustentada por Michel Temer (governador do País) são de a reforma segue para o Senado, apesar de não atingir o quantitativo de votos, sendo 296 votos a favor e 177 contra (o Governo pretendia 308 votos, 257 votos para vitória).

A tal reforma altera diversos pontos na CLT e na Aposentadoria, uma bagagem extensa de Direitos dos trabalhadores será alterada com base em interesses da camada dominante do Estado.

Por isso a Greve de 28 de Abril de 2017 é uma Manifestação contra a Política brasileira, pois ultrapassa o convencional embate entre empresa e trabalhadores. Diversos setores aderiram ao Movimento e a coisa só aumenta.

CONCLUÍNDO UMA DISCUSSÃO RÁPIDA SOBRE A CLT E A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Pode parecer aquele discurso chato de Sindicalista ou Esquerdista, mas pra você entender a importância da CLT na História das conquistas trabalhistas, não é necessária uma veia política.

Naqueles anos, as jornadas de trabalho eram totalmente desumanas e sem descanso (pessoas trabalhavam até 20 horas), além de trabalhos perigosos e pagamentos insignificantes.

Inclui o documentário sobre a CLT para que você, Oh Leitor preocupado com a Crise Política de seu amado idolatrado salve-salve País, entenda as motivações para tamanha expressão cívica, que é válida.

Estamos falando de anos e anos de entraves, perseguições, manifestações que visavam (e ainda visam) a conquista de Direitos para um mínimo de qualidade de Vida baseada no trabalho. Entenda que não se trata de Eleições para 2018, talvez até não se trate, exclusivamente, da Reforma da Previdência (que por si só já justifica).

Muita coisa foi mexida nos 9 meses de Governo Temer (A Lei da Terceirização, Leis que fiscalizam crimes como as ditas “Pedaladas Fiscais”, mudaças nas Políticas Sociais) e tudo isso contribui para a formação de um Cenário, no mínimo, constitucionalmente questionável.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s