Livro 1984 atinge o topo de vendas, após discussão sobre “Fatos Alternativos”

Durante uma discussão sobre o “real” número de espectadores durante a posse do 45º Presidente dos Estados Unidos, (informação dada pelo Porta Voz da Casa Branca, Sean Spicer), algo de bastante curioso saiu da boca de Kellyanne Conway.

Sério, pare o que você está fazendo agora e veja a imagem abaixo.

1484938339_201675_1484939111_noticia_normal
Imagem retirada de “El Pais” – http://brasil.elpais.com/brasil/2017/01/20/internacional/1484938339_201675.html

Na esquerda, temos a Posse de Barack Obama em 2009 e, na direita, a Posse de Donald Trump. Agora me faça a fineza de dizer se dá pra acreditar que essa (da direita) foi a posse “mais numerosa da história do país”?!

Para quem não sabe, Kellyane Conway é assessora de Trump e ela classificou a informação dada por Sean Spicer como “Fatos Alternativos”.

DUPLIPENSAR E NOVILINGUA NO GOVERNO TRUMP

Segundo o livro 1984 (George Orwell), Duplipensar significa manter, em mente, duas opiniões contraditórias e, acreditar em ambas.

“É preciso muito esforço para saber e não saber, ter consciência da completa verdade ao contar mentiras cuidadosamente construídas, para manter simultaneamente duas opiniões, sabendo que são contraditórias, e acreditar em ambas.”

Depois que a discussão sobre a situação relatada acima e o (inevitável) paralelismo com “1984” (publicado por George Orwell em 1949), o livro chegou ao número um de vendas da Amazon, nos Estados Unidos.

Um porta-voz da editora Penguin disse à rede CNN que uma tiragem “significativa” de 75.000 exemplares adicionais desse título seria impressa para responder à demanda incomum.

A psicóloga Marilyn Wedge publicou artigo para o  Psychology Today e, segundo ela, há várias situaçãoes mencionadas no livro 1984 e logo nos primeiros momentos do Governo Trump, como a proposta do Duplipensar e a Novilingua (lançado com a ideia do “fato alternativo”).

O LIVRO 1984 DE GEORGE ORWELL

1984-capa

1984 é um romance distópico do autor britânico George Orwell (pseudônimo de Eric Arthur Blair), terminado no ano de 1948 e publicado em 1949.

Retrata o cotidiano de um regime político totalitário e repressivo no ano homônimo. No livro, Orwell mostra como uma sociedade oligárquica coletivista é capaz de reprimir qualquer um que se opuser a ela. Independente de qualquer coisa, a verdade é que 1984 é tão certeiro em seus argumentos que, ainda hoje, quase 70 anos depois, ainda existem termos usados hoje que são descritos no livro, como “Big Brother”, Novilingua, Duplipensar e outros.

A editora Penguin já anunciou que mandou imprimir 75 mil cópias do livro para dar resposta à súbita procura.

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. ohmylivros disse:

    É surreal o que está acontecendo. Mal passou uma semana de governo. Medo do que virá.

    Curtido por 1 pessoa

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s