No estilo “Pokémon Go”, professora promove Caça aos Livros

GAto-lendo-livroPra quem não sabe, eu tenho outro blog chamado Café com Pipoca, onde discuto sobre Cinema, Quadrinhos (mangás e quadrinhos em geral) além de Cultura Pop na canela e lá, não pude deixar de falar sobre Pokémon Go. E NÃO, eu não jogo Pokémon Go, meu celular é muito cansado e não dá pra rodar…

…se você se solidariza facilmente, pode me mandar um celular roxeda e eu te conto como é jogar Pokémon Go.

Aliás, é só o que eu escuto é gente reclamando sobre a caralhada de incidentes/acidentes relacionados a Inteligência Artificial do aplicativo da Niantic (ou a Burrice Natural das pessoas que o utilizam).

Sinceramente, eu penso que o problema nunca foi o ato de se concentrar religiosamente em um jogo, pois essa mesma onda de indignação se fez presente ainda no tempo que o celular ganhou tecnologia que tem hoje e, eventualmente, quando o WhatsApp começou. Hoje, penso que mais de 70% da população que tem WhatsApp daria a própria mãe, se isso fizesse parte do contrato pra usar o aplicativo.

Já discutimos aqui no Blog sobre Telefones Inteligentes e Pessoas Burras.

Mas voltando ao que interessa, aproveitando o Hype do Pokémon Go, uma professora da Bélgica com a mesma proposta, mas a ideia é caçar Livros.

Sim, Livros. Aquela ruma de papel encadernado que enche as prateleiras das bibliotecas.

CHASSEURS DE LIVRES E A CAÇA AOS LIVROS

chasseurs-livres-57c35c4aa857fA professora Aveline Gregoire teve a idia de desenvolver um jogo de caça a livros, seguindo a ideia de Pokémon Go e mais de 40 mil “caçadores” já fazem parte do projeto chamado Chasseur de Livres. (“Caçadores de Livros” em questionável tradução deste que vos fala). Só enfatizando, não se trata de um aplicativo, mas um jogo, uma brincadeira.

Se você é dessa geração imediatista que limita seu nível de socialização com o Mundo aos aplicativos que você usa, não te culpo se não entender.

Trata-se de uma brincadeira, tipo o Ninho de Livro, que já discutimos aqui também. A professora contou que já conhecia o aplicativo de caça de monstrinhos (jogando com seus alunos) e a ideia do Chasseur de Livres veio em um momento que é desesperador para qualquer amantes de Livros.

A hora de arrumá-los.

Como já era de se esperar, faltou espaço e sobrou livro, então ela teve uma epifania: Libertar os livros na natureza.

No estilo “Pokémon Go”, professora promove Caça aos Livros - Imagem retirada de https://i2.wp.com/www.administradores.com.br/_assets/files/2016/08/livro-caca-bekga.jpg
No estilo “Pokémon Go”, professora promove Caça aos Livros – Imagem retirada de http://www.administradores.com.br/_assets/files/2016/08/livro-caca-bekga.jpg

Claro, não é como se pudessemos fazer as árvores que morreram para fazer as folhas daqueles livros voltarem, mas a ideia é repassar os livros pra outras pessoas, depois que você terminou de ler… Isso me faz lembrar que ainda estou com “alguns” livros desde o tempo que eu era solteiro e nunca devolvi.

O que foi?! Me processe quem nunca esperou um empréstimo cair no esquecimento!

Como eu falei antes, não se trata de um aplicativo, mas uma brincadeira usando um grupo no Facebook. Os participantes postam fotos em pontos de referência da cidade onde os livros estão escondidos (lembrando, é na Bélgica) e dão dicas sobre como achá-los.

Pelo que me consta, a iniciativa funcionou e os livros escondidos pela família da professora já foram descobertos e passados pra frente, dando corda pra brincadeira continuar de forma saudável.

Claro, há todo um cuidado pro livro (plástico pra proteger da chuva e tal). O livro é achado, lido e devolvido.

É, devolvido, não esqueça essa parte.

Reza a lenda que Aveline Gregoire pretende desenvolver, futuramente, um aplicativo pra melhorar ainda mais o Chasseur de Livres, enquanto isso não acontece, as pessoas ainda precisarão sair de suas casas e vasculhar a cidade, interagindo com as pessoas pra achar os livros e lê-los para, posteriomente, você esconder o livro e interagir com as pessoas que mantém esse jogo.

Sim, as vezes a vida é cruel.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s