Lincoln Gordon e a Ditadura Militar do Brasil

AbaixoADitaduraEu, realmente, não tenho ideia de quando você, Oh Leitor, terá acesso a este Post, mas atualmente estou vendo na Faculdade a disciplina de Teoria e Metodologia da História.

Durante a exibição de um documentário chamado O Dia que Durou 21 Anos (dirigido por Camilo Galli Tavares – 2011) que aborda eventos que antecederam o Golpe de Estado de 1964 e a Ditadura Militar, percebemos uma nova dimensão totalmente sombria e sórdida, além da já existente (e persistente) sensação de impotência na alma de qualquer brasileiro (no que diz respeito ao cenário político tupinikin da época e atual) que já amargava esse período envergonhado da História do Brasil.

Poisé, e eu achando que o assunto Ditadura Militar no Brasil não poderia piorar. Segue documentário.

O DOCUMENTÁRIO
A proposta do referido documentário é abordar, de forma documentada (vídeos, fotos e documentos) a intervenção do Governo Americano nos bastidores da política brasileira, que se estende desde o mandato do então Presidente Jânio Quadros até a instalação do Golpe de Estado de 1964.

A ideia inicial do documentário era contar a história do pai do diretor Camilo Galli (o jornalista Flávio Tavares que era militante da oposição ao regime militar de 1964),  mas Camilo mudou seus planos ao esbarrar com documentos que apontavam a participação do governo norte-americano numa conspiração que iniciou a Diratura Miliar (1964 a 1985) no Brasil.

Em entrevista ao site Folha de S. Paulo, Camilo Tavares disse que “Queria entender por que sequestraram um americano. A gente tem pouca noção de quanto os Estados Unidos interferiram [no golpe]. Então o filme foi uma busca por essa resposta”.

Lincoln Gordon - Embaixador dos Estados Unidos no Brasil entre 1961 e 1966
Lincoln Gordon – Embaixador dos Estados Unidos no Brasil entre 1961 e 1966

A principal figura nessa trama digna de um filme chama-se Lincoln Gordon, o então Embaixador americano no Brasil que, além de pressionar a Casa Branca e o então Presidente Americano John Kennedy, usou de recursos financeiros (estamos falando de grana, muita grana meu chapa) para auxiliar opositores políticos de João Goulart – Jango, ao concluir que o Brasil rumava para a “Esquerda” e, eventualmente, se tornaria “Não uma Cuba, mas uma China”, e a execução do que foi chamado de Operação Brother Sam

…que, basicamente, era o envio de 100 toneladas de armas leves e munições, navios petroleiros com capacidade para 130 mil barris de combustível, uma esquadrilha de aviões de caça, um navio de transporte de helicópteros com a carga de 50 helicópteros com tripulação e armamento completo, um porta-aviões classe Forrestal, seis destróieres, um encouraçado, além de um navio de transporte de tropas, e 25 aviões C-135 para transporte de material bélico.

Sim, amiguinhos, o famoso Golpe de 64 pode ser visto, aos olhos de seus Maiores Mentores, como um dos maiores investimentos do Tio Sam… e, francamente, eu espero que seja o Maior Investimento nesse tipo de assunto. Eu não quero levantar mais esse tapete e descobrir coisa pior.

O que se deve ter em mente não é um desenrolar da Ditadura Militar no Brasil, mas a visão norte-americana de que o Brasil (potência emergente) era alvo dos interesses econônicos da Nação Americana e como indivíduos como João Goulart e Leonel Brizola ameaçavam estes “interesses”.

CRÍTICA E DESDÉM…
Apesar de ser um material interessante e mostra uma visão inquietante da política brasileira (pra mim todo brasileiro devia ver), há quem aponte uma boa dose de sensasionalismo na produção. O site Adoro Cinema lançam crítica e questionamento sobre a apresentação do conteúdo, acreditando que houve uma disposição tendenciosa e conveniente das fotos e demais registros.

Bom, não sou eu que estou dizendo, basta ir ler a crítica.

Depois das Eleições de 2002 (Serra X Lula), Lincoln Gordon deu entrevista ao programa Roda Viva onde, entre outros assuntos, discutiu sobre o lançamento de seu livro sobre a política no Brasil (A segunda chance do Brasil: A Caminho do Primeiro MundoSenac, 2002), onde discute questões econômicas, políticas e demais pontos que Nós não fomos capazes de resolver, desde 61 até hoje.

Parabéns, Murphy ,você está fazendo um belo trabalho aqui, hoje!

Deixa eu concluir logo, antes que eu sofra um acidente ou suicídio.

CONCLUSÃO
Entendam que este assunto já está bem escancarado, não é algo que caiba discutir, são fatos e, contra fatos, não há argumentos. O próprio Governo Americano já exorcisou seus demônios sobre esse assunto. O que mais me deixa indignado é o perfil do atual brasileiro, adepto da cultura de que Política não se discute.

Suponhamos que uma Presidenta aleatória é julgada de forma enérgica e escancarada por um genérico Juiz (nenhum em especial, só estamos teorizando) e este que cai nas graças do povo feito um Salvador, um Messias, a Ultima Alma Livre do Brasil… quando, na verdade, este Juiz genérico vem de uma família totalmente de Direita, ou seja, de ideologia partidária contrária a dessa Presidenta aleatória (só lembrando, estamos confabulando, ninguém específico) então, o que teremos?!

Democracia? Golpe? Vingança? Pizza?

Eu vo-lo digo. Problemas, é isso que teremos, no mínimo.

Nós somos, desde o tempo dos nossos pais, peões num grande jogo. Há uma disputa de Poder em nossa atmosfera política, como foi apresentada no video. Como se tudo que nasce, cresce e se produz em nosso País, testemunhado por nosso sangue, suor e lágrimas, pertencesse a outras pessoas. É isso que eu posso concluir: 50 Tons de Partidarismo.

Estamos apenas teorizando, viu.

A cada documento liberado para consulta (seja aqui, seja no estrangeiro), percebemos que AINDA existem fatos que ocorreram devido a interesses externos, de terceiros, de fora, alheios, e tal.

O Brasil não é o País de todos?! Vamos começar com a Lei, para todos, e não para uma minoria auxiliada pela Mídia hipinotizante que te diz quem está destinado a salvar o Brasil. Nós, mais velhos (apontados como a Geração Coca-Cola) já vimos onde essa linha de raciocínio vai parar e você acabou de ver no documentário e no que discutimos, então Estude e Critique e, mais importante, mexa-se!

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s