Pesquisadores acreditam ter encontrado a cidade bíblica de Sodoma

SodomaGomorra

Eu não sou religioso… longe disso, aliás, acho que estou mais para um “Prostituto religioso”, afinal, pra onde me chamar, eu vou: Igreja, Mesquita, Templos, Centro Espírita, Terreiros e show de Rock também. Apesar de uma família altamente Católica Apostólica Romana Praticante da Legião de Maria, eu frequento a religião que mais me interessa e eu sou bastante eclético, é difícil um lugar não despertar meu interesse…

… e olha que existem Religiões que oferecem, além de boa instalação e bons livros, belas mulheres recém saídas de uma vida pouco cristã.

Não que eu esteja me referindo a uma Religião em especial… tô tirando o meu da reta.

Apesar dos pesares, meu lado religioso é pavimentado no Catolicismo (não que isso seja bom, mas vamos em frente) e lá no Catecismo, eu conheci a história de Sodoma e Gomorra e eu duvido que você não tenha ouvido falar nela. Segundo a narrativa bíblica, (sobrinho de Abraão ,o primeiro Patriarca) e sua família forma resgatados dessas cidades por Anjos enviados por Deus que, descontente com os Pecados da Galera que vivia lá, chutou o balde e papocou tudo.

Pronto, é isso!

Ah, ainda tem a esposa de Ló que virou estátua de sal depois de olhar para trás, apesar dos avisos dos Anjos.

Agora sim, Pronto, é isso!

Muita coisa descrita na Bíblia é considerada erro pela falta de evidências arqueológicas, e muitas narrativas bíblicas já criaram um imaginário tão forte e tão solidificado que, no dia em que a Ciência provar algo diferente, o povão não vai aceitar. O professor Steven Collins, da Universidade Trinity do Novo México (E.U.A.), líder da equipe de escavações do Projeto Tall el-Hammam, no Vale do Jordão, acredita ter descoberto a mítica cidade de Sodoma.

Desde 2005 que Steven Collins trabalha no sítio de Tall el-Hammam, o trabalho resultou na descoberta de uma antiga mina de ouro de estruturas monumentais e uma cidade-estado que dataria da Idade de Bronze, com muros de dez metros de altura, além portas, torres e uma praça central.

O estudioso realmente acredita que encontrou a cidade bíblica.

As evidências não param por aí. Seguindo os estudos da equipe, as ruínas mostram que a Cidade teve uma repentina destruição e não apenas Collins, mas outros estudiosos já apontaram isso. E, por um período de 700 anos, acredita-se que a região não voltou a ser habitada desde seu fim. No Antigo Testamento, a cidade de Sodoma, assim como Gomorra, foi destruída pela ira de Deus.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s