No Ceará é Assim – Antiga Jaguaribara reaparece com a seca do Castanhão

A Seca, velha conhecida da população destas bandas, já alcança ferozmente todos os setores do Estado e, desconhecendo limites, já atinge localidades que até então sequer sabiam o que era falta d’agua. Tipo São Paulo que se surpreendeu com o aparecimento de carros e construções antigas com a queda do nível de suas represas.

Da mesma forma que ocorre lá em Sampa, aqui no Ceará não vai muito diferente, aliás, não apenas carros e antigas construções reaparecem por causa da baixa da água, mas uma cidade inteira ressurge diante da Seca, como pode ser visto no vídeo acima.

Estou falando da antiga Jaguaribara (significa Moradores do rio das Onças).

UM POUCO DE HISTÓRIA
Para quem não sabe, Jaguaribara foi uma cidade que precisou ser demolida e inundada por conta do açude Castanhão, algo muito semelhante ocorreu no Egito (1950) quando da criação da Represa de Assuã. O açude Castanhão, maior reservatório de água doce do Ceará, na verdade, reza a lenda que o Castanhão é o maior projeto hídrico do Ceará… e eu não duvido, afinal, pega os limites de quatro municípios e sua barragem é alvo de estudo desde 1910.

Claro que todos os moradores foram realocados para outra localidade antes da barragem entrar em atividade total, o que não significa que todos estejam efetivamente contentes.

UMA CIDADE SURGE PARA LEMBRAR A FORÇA DA SECA
Agora, doze anos depois de sua inauguração (2002), o referido açude está tão baixo que revela boa parte da extinta Jaguaribara que, atualmente, é alvo de visitação por parte de curiosos e antigos moradores. Na verdade, em 2013 parte da cidade já podia ser vista, mas apenas alguns trechos ou nada mais do que parte dos postes.

Agora, o que era a “zona urbana” da cidade já pode ser vista.

DOCUMENTÁRIO
A história do Castanhão e dos moradores da antiga Jaguaribara será registrada em documentário chamado Jaguaribara: A Lenda Submersa e dirigida pelo jornalista cearense Lucas Dantas. Entre testemunhos de pessoas ligadas ao próprio jornalista (sua professora, por exemplo), o registro também conta com imagens submersas.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s