Estado Islâmico destrói a cidade de Hatra (Patrimônio Histórico)

Normalmente eu dedico o mês de Março para todas as mulheres, postando informações sobre as moçoilas mais atuantes em nossa peregrinação terrestre. Contudo, este espaço virtual sem meios termos versa, principalmente, sobre Arqueologia e me vejo obrigado a interromper o Mês da Mulherada para reportar uma notícia muito triste para o mundo da Arqueologia.

As mulheres terão que me perdoar.

ESTADO ISLÂMICO E A LIMPEZA CULTURAL POR AÍ
O Estado Islâmico, antigo braço direito da temida Al-Qaeda e, certamente, o grupo terrorista que mais tomou a atenção das Autoridades do Mundo(mais até do que a própria Al-Qaeda) novamente é o alvo de assustadoras notícias. Além de seu trabalho já conhecido de matar, violentar, torturar, queimar e degolar pessoas e divulgando videos pela internet, o referido grupo tem atuado freneticamente na linha de ataques contra Patrimônios Históricos.

Museu_Mossul02
Cenas fortes de violência contra estátuas de pedra no museu de Mossul

E não adianta, não vou postar vídeo de ninguém sendo degolado, torturado, explodido, queimado vivo ou afins, não adianta insistir.

Integrante do Estado Islâmico empurra estátua no Museu de Mossul
Integrante do Estado Islâmico empurra estátua no Museu de Mossul

Os terroristas tem suas próprias interpretações do Corão (ou Alcorão), onde , a Idolatria  é Pecado e os Falsos Ídolos devem ser atacados com marretas de 10kg, escavadeiras e explosivos de difícil manuseio até virarem farofa. Ah, eles (Estado Islâmico) também pretendem implementar um novo Califato, que é a monarquia islâmica.

O Califa (monarca islâmico), apesar de diferenças de entendimento por parte dos sunitas e xiitas, é o Líder máximo reconhecido pela Teologia Islâmica, sem outras vias de entendimento, sejam políticas, religiosas ou sociais.

É como se o Califa fosse o detentor da Pedra Arken… acho eu.

PATRIMÔNIOS HISTÓRICOS IRAQUIANOS AMEAÇADOS
A destruição de estátuas no Museu de Mossul, o ataque a uma parte da mítica cidade de Nínive, agora temos a destruição de outro Patrimônio Histórico reconhecido pela UNESCO: A cidade de Hatra. Não preciso dizer que a UNESCO ficou bastante irritada com o fato.

As ruínas de Hatra (Iraque) foram erguidas pelo Império Selêucida no século III a.C., ou seja, o grupo terrorista destruiu uma estrutura que sobreviveu cerca de 2.300 anos. Para quem não sabe, O Exorcista (1973) teve suas primeiras cenas filmadas lá.

Aquelas do velho padre de frente com uma estátua de um capeta (Pazuzu) com asas de mosca.

Porra aquela cena é muito tensa.

Certamente não dormirei por alguns dias, o que vai acelerar consideravelmente o andamento das postagens deste blog.

visão frontal da cidade de Hatra
visão frontal da cidade de Hatra, Patrimônio Histório reconhecido pela UNESCO desde 1985

Os Terroristas rossegue em sua implacável marcha contra os “Falsos Ídolos” e garantem que farão uma limpeza cultural  nos locais que consideram idólatras.  A intolerância contra o passado histórico cultural do Iraque por parte do Estado Islâmico (antes chamado de Estado Islâmico do Iraque e do Levante) é muito semelhante outros dois eventos trágicos para a História da Arqueologia: A destruição dos Budas de Bamiyan pelo Talibã em 2001 e a guerra civil que ameaça Timbuktu no Mali.

A UNESCO caracterizou o fato como “Crime de Guerra”. De acordo com Hamid al-Juburi, Diretor do Departamento de Antiguidades do museu de Mossul, a perda do referido patrimônio é irreparável.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s