Máscara mortuária poderia conter o Mais Antigo Evangelho já descoberto

Mascara Múmia

Sabe aquelas horas onde você precisa muito usar papel (seja para anotar algo que não deve ser esquecido ou mesmo para limpar algo que não deve ficar sujo) e, inadvertidamente, você pega qualquer folha que estiver ao alcance das mãos, sem perceber que se trata de outro documento muito importante?!

Poisé, isso acontece nas melhores Famílias. Já perdi muitas anotações, desenhos, pensamentos inteligentes obtidos em conversas banais (e o contrário também), além de escritos Meus dessa forma…

…E, SIM, eu a-do-ro escrever, o que não signifique que eu seja um bom escritor, mas voltemos ao assunto.

Falo isso pois foi encontrado um papiro com (supostamente) a versão mais antiga de um Evangelho já encontrado até agora, mas este foi reutilizado como Máscara Mortuária. Então bora que temos muito o que conversar.

A VERSÃO MAIS ANTIGA DO EVANGELHO DE MARCOS

Craig Evans - Estudioso do Novo Testamento na Acadia Divinity College
Craig Evans – Estudioso do Novo Testamento na Acadia Divinity College

Craig Evans (estudioso do Novo Testamento na Acadia Divinity College), ao estudar a máscara de uma múmia, para a sua surpresa, a máscara (feita de papiro) era uma colagem de vários documentos e ,UAU, havia uma

A versão do evangelho de São Marcos encontrada na máscara é datada do ano 90 d.C. e isso pode parecer uma grande balela para muita gente que não conhece do assunto, afinal, são anotações sobre Jesus feitas mais ou menos 90 anos depois da crucificação. Os documentos dos evangelistas mais antigos preservados até então são do segundo século depois de Cristo.

Os Papiros usados para fazer a máscara estão colados, de forma a moldar o rosto do cara que foi o dono da máscara e descolar as “folhas” para ter acesso ao seu conteúdo é tarefa para trinta especialistas chefiados pelo Sr. Evans.

Esta técnica, continua o Sr. Evans, permitiu o acesso a uma caralhada de coisas legais, não apenas registros bíblicos alternativos (como é este caso), mas cartas pessoais, registros filosóficos (inclusive de Homero) e registros de negócios e esses documentos fazem uma ótima bagagem para posteriores estudos arqueológicos como ocorreu na autenticação do Evangelho de Judas.

Mas nem tudo são flores, pequeno Padawan.

OS OSSOS DO OFÍCIO

O processo de descolamento das camadas da Máscara Mortuária em questão já está dando o que falar. Para ter acesso aos documentos já mencionados, será necessário desmanchar a máscara.

Sim, para ler os referidos documentos, será preciso dissolver a cola usada na época (que formam a máscara), com isso, a máscara deixaria de existir, pois não dá pra montar de volta. Ou você tem uma máscara motuária, ou você tem vários documentos históricos de conteúdo precioso.

Estamos falando de uma máscara mortuária, não de um Transformer.

Craig Evans prefere não usar o termo “destruir”, já que a máscara foi feita com vários documentos cujo conteúdo abrange muitas outras áreas, não é como se fossem destruir todas as peças do museu, mas é um sacrifício válido. Apesar disso, nem todos são receptivos ao proposto. Uma pesada crítica no blog de Paul Barford (arqueólogo britânico que vive em Varsóvia – Polônia) esquenta o debate sobre o assunto.

PAPIROS E MAIS PAPIROS

O papiro era tipo o bombril da antiguidade, tinha mil e uma utilidades e talvez mais do que isso. Muitas são as maneiras de aproveitar esse recurso que vem da natureza (papiro é uma planta) e ainda hoje ele é usado. Caso se interesse pelo assunto, recomendo ver o vídeo abaixo que ensina como fazer seu próprio papiro.

CONCLUSÃO SOBRE O ACHADO DO EVANGELHO

O achado traria luz a uma série de dúvidas e ter uma dimensão do quanto a Igreja Católica Apostólica Romana já “coisou” na Bíblia Sagrada, já que o referido papiro é mais antigo do que as versões salvas até agora.

Entendam que os documentos que registraram o que ocorreu no tempo de Jesus tiveram bastante alterações e ainda há muito material a ser estudado, material que pode acrescentar (como foi o caso do fragmento de papiro onde Jesus faz um exorcismo) ou distorcer (como foi o caso do fragmento de papiro onde Jesus é casado e este documento já foi desmentido pelo Vaticano).

Pena que é praticamente um caminho sem volta para a Arqueologia.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s