Um Delírio sobre a morte de Roberto Gomez Bolanõs (criador de Chaves e Chapolin)

A vida, de vez em quando, conta umas piadas sem graça.

imageNão se fazem mais humoristas como antigamente… O mundo dos Heróis sofreu uma Grande perda. O gerreiro cuja velocidade superava até uma tartaruga, cujo bíceps era “o colosso do Ceará” e tinha um escudo em forma de Coração, este que tinha os movimentos friamente calculados, caiu.

E ninguém dará risadas dessa queda.

Foram muitos anos de alegria, da minha geração e da seguinte. Vi os episódios de Chaves e Chapolin incontáveis vezes com meus irmãos, sozinho, depois com meus sobrinhos e, certamente, verei com meu filho os mesmos tombos, as mesmas piadas e a mesma qualidade genial de uma Jóia humoristica.

E darei, novamente, ridasas até doer a barriga, e refletirei sobre as questões sociais levantadas tão sutilmente, e me emocionarei com o Amor que o pequeno Chaves do 8 recebe dos moradores da Vila, tudo de novo.

imagePois é isso que Chespirito causa nas pessoas, não importa quantas reprises, não importa a idade, não importa se é episódio perdido ou campeão de reprise. Sempre é bom.

Sim, sentiremos muitas saudades, mas Maior do que a própria Saudade e Maior do que os bons motivos para relembrar, com efeito, é o espaço que a Memória de Bolanõs e seus personagens encontrarão no Coração de cada fã.

E no meu também.

Vá em paz, amigo Bolanõs … E obrigado por me dar uma infância invejavel.

Posted from WordPress for Android

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s