Descoberta – Maior e mais antigo bloco de pedra trabalhado está no Líbano

Este é, possivelmente, o bloco trabalhado de pedra mais pesado e mais velho do Mundo
Este é, possivelmente, o bloco trabalhado de pedra mais pesado e mais velho do Mundo

Enquanto eu atravessava a madrugada de domingo para segunda em claro (filho que lutava heroicamente contra o sono), encontrei a notícia de que foi encontrado o Maior e Mais antigo bloco de pedra trabalhado pelo Homem de nossa história.

O tal bloco foi achado por uma equipe de arqueólogos alemães na região de Baalbek (Líbano), uma região já conhecida por ter blocões trabalhados na pedra, mas de difícil transporte. Até agora, nenhuma hipótese plausível do propósito para fazer um bloco tão grande.

O fato de alguma sociedade gastar tempo e mão de obra para arrancar do seio da mãe terra um diacho de monólito monstruosamente gigantesco, tão absurdamente megalomaníaco que só poderia ser movido pela família inteira do Godzilla depois de alguns meses tomando esteroides gera, certamente, muitas especulações… mas nada sério.

Deuses astronautas, E.T.s, Erick Von Daniken, conspirações, blá blá blá…

Uma foto aérea do Obelisco Inacabado em Aswan
Uma foto aérea do Obelisco Inacabado em Aswan

O tal do monólito encontrado pela equipe alemã é tão absurdamente imenso, só para você ter uma ideia do que eu tô falando, há, em Aswan (Assuão – Egito), um obelisco egípcio conhecido como Obelisco Inacabado e ele pesa cerca de 1.150toneladas. O blocão encontrado no Líbano pesa cerca de 1.650 toneladas.

É mole ou quer duro?!

 

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Dulce Morais disse:

    A Humanidade ainda tem segredos a desvendar…
    Muito interessante o seu espaço. Voltarei sem dúvida!

    Curtir

  2. Airton Rodrigues de Moraes disse:

    Sempre fui curioso, principalmente com coisas que desafiam nossa inteligência. Fatos como estes, vem somente reforçar a hipótese de que a humanidade em seu curto trajeto de menos de dez mil anos, já viveu momentos gloriosos. Quantas coisas inacreditáveis ainda estão para serem descobertas. Espero que continue a divulgar descobertas como esta. Muito bom. Muito interessante.

    Curtir

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s