Especial do Dia dos Pais – Dédalo e Ícaro

Vegeta Trunks 01

Sim, o Dia dos Pais, porque não basta ser pai, tem que participar.

Ser Pai é uma experiência incrivelmente impactante e, caso você não faça parte deste seleto time, saiba que não é para qualquer um.

Quer dizer, qualquer um pode chegar junto e engravidar uma tia por aí, mas ser Homem de verdade para abdicar de uma caralhada de coisas, ser Homem de verdade para assumir a sua parcela na formação moral do (a) garoto (a), ser Homem de verdade para repensar sua própria vida…

… sim, agora você será constante exemplo para uma pessoinha te copiando até nos defeitos, você será um modelo para o (a) garoto (a).

Ninguém tem o privilégio de ter um Pai tão legal quanto o Vegeta, mas as coisas são assim.

Pensando no assunto, achei que seria interessante fazer um pequeno levantamento sobre alguns Pais da mitologia, podemos começar por Dédalo e Ícaro, pai e filho protagonistas da brilhante escapada do labirinto do Minotauro e do famoso mito de Ícaro que tenta alcançar o Sol, desobedecendo ao pai Dédalo.

Isso já foi mencionado anteriormente neste Blog, quando falei sobre o Dia do Aviador. Segue novamente a postagem.

———————————————————————————————————————————————————————————————————

Dia 28 de outubro é o dia do aviador e pelo que eu saiba, o primeiro homem que deu sorte de voar feito um lindo galo campina foi Ícaro, filho de Dédalo, construtor do Labirinto do Minotauro. A ideia inicial de Dédalo era apenas escapar do labirinto do Minotauro, o que foi um sucesso descabelante. Hoje pretendo contar a história desse rapazinho que, de tão fascinado com a façanha, deixou-se levar pela insensatez. Ícaro voou feito tijolo e caiu no mar, após a cera das asas derreter, tamanha quentura do sol.

Em algum momento a narrativa deve informar se Ícaro voava entre o Ceará e Sobral, não sei ao certo.

Ao longo da história farei exposições sobre o antagonista Minos, rei de Creta. Tecnicamente, o vilão não é o Minotauro, como muitos pensam. Minos é o maior culpado, visto que o monstro com cabeça de touro é fruto de seus erros. Tudo é muito interessante e podemos fazer grandes debates, ainda serei mais ousado: Mostrarei que os problemas do rei de Creta começaram antes mesmo do Minotauro nascer.

Destino? Pé frio? Vai lendo.

A ORIGEM DO MITO
Era uma vez uma tia muito gostosa chamada Europa e Zeus, o maior pulador de cerca dentre todas as mitologias, se transforma em Touro e leva Europa para uma ilha distante de todos (inclusive dos outros deuses) para “dar uma fugidinha”.

Dessa pulada de cerca nasceu Minos e Radamanto (futuros juízes do mundo dos mortos mencionados em obras como Inferno de Dante e Belfagor – O arqui-diabo),  além de Sarpédon, o rei do povo da Lícia que não é o Sarpédon, filho de Laodâmia.

O rei Sarpédon é mencionado na Ilíada (Homero) em uma batalha filha da puta contra o discípulo de Aquilles, o primoroso Patroclo. Depois de muita pancada, Sarpédon é derrotado e quase não tem o corpo resgatado por Heitor (o domador de corcéis).

Sim, eu adoro a Ilíada. Meu filho vai se chamar Heitor.

Voltando ao assunto, Minos cresce e dá um pé na bunda de seus irmãos, tornando-se rei de Creta. Para justificar a ascensão ao trono, uma promessa foi feita ao grande Poseidon (o deus mais molhado do Panteão grego e pai do Percy Jackson). Assim que ganhasse o trono, o rei cretense deveria sacrificar, em homenagem ao grande barbudão dos mares (também conhecido na Ilíada como Treme Terra), um belo Touro branco que viria das águas.

Contudo, o rei cretense achou que seria uma grande ideia passar a perna em Poseidon e manter a criatura viva e o sacrifício cairia no esquecimento. Obcecado pela beleza do ruminante albino, Minos decide não sacrificar o tal do Boi. O Bicho seria mais um ícone em sua coleção, uma benção visível para todos ou mesmo uma prova de que o rei ganhou de um deus…

… mas ninguém sacaneia com o Treme Terra e Minos estava prestes a aprender isso do pior jeito.

O NASCIMENTO DO MINOTAURO
Provavelmente Minos estava muito ocupado com problemas monárquicos para suas atividades como marido (se é que você me entende). Sua Digníssima resolve se engraçar pro lado do Touro branco que logo retribui os agrados e, após fazerem coisas pouco cristãs, acaba nascendo o Minotauro, que tem corpo de gente e cabeça de touro.

Não de boi, de touro.

Então entra em cena nossos heróis: Dédalo e Ícaro. Eles são chamados para construir um enorme labirinto onde seria aprisionado o tal do Minotauro. O labirinto também seria usado para castigar os atenienses. Durante uma dessas batalhas genéricas que permeiam na história da Grécia Antiga, o filho do rei, Androceu, acabou tomando uma passagem só de ida para o Além e, para piorar, Atenas (a cidade) perde para Creta.

Para evitar maiores desgastes, Minos institui, como pagamento pela vitória, 7 rapazes e 7 moças para serem jogados no labirinto e aplacar a fúria do minotauro. Antes que alguém se erga e grite que o herói é Teseu e não esses dois, lembro que a homenagem é ao aviador, Ícaro, quando houver em meu calendário o dia do toureiro, contarei o lado de Teseu.

Falando em touradas, leia isto e depois volte para cá.

Adiantando um pouco as coisas, Teseu comete o minotaurocídio e foge com Ariádne, sobrando para Dédalo e Ícaro que são jogados no labirinto por suspeitas do rei (em outras versões, Dédalo é exilado em uma ilha com Ícaro). Muitos pássaros voam nas redondezas e deixam suas penas por todo o lado, o que é uma verdadeira mina de ouro para Dédalo, que começa a juntar as penas dos pássaros que se alimentam próximo do labirinto. Usando um estoque de cera para modelar que ele tinha guardado, (provavelmente guardara no mesmo lugar onde o Pernalonga tira bigornas para esmagar o crânio dos outros), cola as penas e cria asas e escapa voando junto com seu filho.

Mesmo alertado para não voar muito alto, evitando o calor do sol, nem voar muito baixo, evitando a umidade das águas, o pimpolho de Dédalo ofereceu o dedo do meio e voou o mais alto que podia. A cera se derrete, o moleque cai, indo pro saco. O pai chora muito, mas segue em frente e divulga sua engenhoca pelo mundo.

Fim de papo.

Você deve estar se perguntando onde está Teseu, onde estão as lutas de espadas com garotos musculosos e suados e onde cargas d´água está essa cidade, atualmente. Lembrando que essa postagem foi sobre Ícaro, o primeiro aviador e estamos no mês do aviador, portanto, nada de choradeira.

Próxima postagem tem mais! E não esqueçam do entusiasmo.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s