Grito Patriota – Personagens da Turma do Chaves desfalcam torcida do México

Hoje é dia de jogo entre Brasil e o México, e Fortaleza não foi invadida pelos quatro cavaleiros do Black Block, mas por uma caralhada de Chapolins Colorados. O ue era para ser uma torcida organizada parecia até uma migração para o acasalamento para perpetuação da espécie.

Provavelmente, muitos conseguiram sexo depois do jogo, o que pode parecer lucro, já que a disputa foi muito sem sal.

Se você for um cara igual a mim, então, além de estar ficando careca, você sempre foi fã dos programas escritos por Roberto Gomes Bolanhos. Seja Chapolin, Chaves (que significa “O Garoto”), entre os outros programas da mesma linha humorística, todo o Brasil mantém um carinho incomensurável pelos integrantes do programa e a reciprocidade sempre foi notória.

Não tem como não gostar deles, não apenas pelos personagens, mas pela simpatia.

A questão é que esse Amor entre duas nações (que é algo totalmente saudável e interessante) sempre poderá ser verificado, e durante uma partida de Futebol?! As duas nações são apaixonadas pela redondinha, mas o que acontece na cabeça de um cidadão desses durante uma Copa do Mundo?! Como fica o coração em uma partida entre Brasil e México!?

Edgar Vivar e Ruben Aguirre já tomaram suas decisões e tem a minha Benção!

Ruben Aguirre com a camisa da Seleção
Ruben Aguirre com a camisa da Seleção

Ruben Aguirre, o romântico Professor Girafales, aparece usando a camisa da seleção. Reza a lenda que a foto é antiga, mas a ideia é que ele realmente curte o escrete canarinho, então, vamos torcer pro cara acolher, mais calorosamente, o lado verde e amarelo do coração.

Edgar Vivar fotografado em Fortaleza
Edgar Vivar fotografado em Fortaleza

Já o cobrador de aluguel mais querido da Via Láctea, o Sr. Barriga, foi clicado no Aeroporto em Fortaleza. Respondendo perguntas, Edgar comparou Neymar Jr ao personagem Chaves. O ator lembrou que Roberto Bolãnos, intérprete do personagem Chaves, também jogava futebol “e dentro e fora do campo cativava o público, assim como Neymar.

Ainda, o ex gordinho já avisou que será “Metade tequila, metade cachaça”, ou seja, se o México ganhar, ele comemora e se o Brasil ganhar, ele comemora. Para o caso de haver empate, ele também comemorará.

Meu povo, se até os estrangeiros pegam gosto por nossas cores, o que podemos aprender com eles?! Claro, é só uma questão de aprimorar a paixão nacional, mas podemos aprender ainda mais sobre civilização com os japoneses.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s