Video mórmon faz paralelo entre masturbação e feridos de guerra

Ah, as Propagandas…

Dizem que a propaganda é a alma do negócio. Podemos encontrar, durante a história, diversas tiradas criativas no mundo da propaganda. Creio que todos vocês, Oh amados queridos e idolatrados salve salve trinta e oito leitores devem ter alguma dessas interessantes chamadas comerciais muito bem guardadas em sua mente.

Caso não tenha, é bom ter uma… e rápido.

ESCOLA MÓRMOM FAZ PROPAGANDA CONTRA MASTURBAÇÃO

Falando nisso, a BYU – Brighan Young University (escola Mórmom mais famosa do mundo), lançou uma campanha chamada Wounded on the Battlefield (Feridos no Campo de Batalha em questionável tradução deste que vos fala), mas não tem nada a ver com campanhas militares…

… mas com Masturbação.

Masturbação (1)
Vai por mim, essa expressão não é de quem sente dor…

A Propaganda compara a Pornografia (e as ideias pouco cristãs que vem junto) com um Campo de Guerra na vida do Cristão. A vida deve ser contemplada em sua plenitude, contudo, o período da adolescência e seus hormônios desconcertantes, desejos carnais, coisas saindo, coisas entrando…

Enfim, tudo isso leva o cidadão para um terreno totalmente hostil. Os impulsos sexuais podem desencaminhar até a mais bem intencionada das almas, por isso o pessoal da BYU aponta a vida do punheteiro como uma verdadeira batalha diária.

IGREJA CATÓLICA AINDA EXIGE VIRGINDADE

Interessante como esse vídeo sai, justamente, na semana em que o próprio Papa Francisco exalta a manutenção da virgindade.

MasturbaçãoAquele que se rende aos impulsos da sexualidade seria um ferido na batalha (até chega a abandonar a Igreja pra ficar no 5 contra 1), virando refém da situação. Pra finalizar, a propaganda indica que é obrigação dos mais próximos proceder com o resgate, encaminhando o incauto cidadão para um acompanhamento apropriado, quando testemunhar o fato.

Dizem que Uma imagem vale mais do que Mil Palavras, então vamos resumir tudo.

Bem… como se trata de uma Publicidade de ordem Religiosa, entendo que a campanha bem intencionada e tal, mas a proposta de ser um X9 dos punheteiros da paroquia é desorientadora. A coisa fica ainda pior quando a gente pensa na possibilidade de “testemunhar o momento de fraqueza” dos outros.

No, thanks.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s