Evangelho de Judas é quimicamente autêntico

Judas Beijo

Aqueles que acreditam que não há religião que supere a clareza da ciência podem começar a rezar, pois esta mesma ciência está para provar, sem deixar sombra de dúvidas, eventos reais e críveis no mundo religioso. Os fatos bíblicos parecem realmente ter uma natureza real e palpável, apenas não temos o intelecto bem desenvolvido e ferramentas para explicar tudo.

Joseph Barabe
Joseph G. Barabe, pesquisador Sênior do McCrone Associates

Você deve estar pensando Por que xavascas fico perdendo tempo e não inicio logo o post?

No dia 08 de abril de 2013, uma equipe de cientistas liderada por Joseph G. Barabe (foto ao lado), em um estudo promovido pela Sociedade Americana de Química, conseguiu provar que o Evangelho de Judas é um manuscrito autêntico.

Pelo menos no que diz respeito a sua idade, se o que está escrito nele é real, ai é outra coisa. Antes de continuar com a notícia, vamos a um pequeno detalhe que você, oh leitor, precisa saber…

EVANGELHOS APÓCRIFOS
Todos, eu disse todos, mas todos mesmo, todos na comunidade católica abominam os apócrifos.

Para quem não sabe, os Evangelistas Oficiais, aqueles que escreveram os evangelhos que compõem a Bíblia Sagrada são apenas quatro e cada um fez seu relato segundo suas experiências vivendo com o Cristo. Os filmes que você está acostumado a ver na Semana Santa são, basicamente, uma reunião de todos os relatos dos evangelistas oficiais reunidos, já que nem sempre os evangelistas descrevem o mesmo evento da mesma forma, o que não significa que eles se contradizem.

Mateus, pelo que entendo, é o que apresenta a maior parte dos fatos (por exemplo, é Mateus que fala da visita do Anjo Gabriel até Maria, do Massacre dos Inocentes e descreve a linhagem que liga Davi a Jesus), Marcos, João (o Teólogo, escreveu o Apocalipse) e Lucas (amigo e auxiliar de Paulo de Tarso após a morte de Jesus).

Acontece que os outros Apóstolos não se limitaram apenas a escrever cartas para outros povos, auxiliar outros missionários de Deus ou terminar sua existência neste mundo como uma mancha negra na história do Cristianismo. Não, não mesmo. Cada um escreveu seu próprio testemunho de fidelidade e convivência com o Cristo, o que rendeu muita informação boa sobre os costumes da época e outras perspectivas sobre os eventos já conhecidos sobre a vida de Jesus e do próprio Apóstolo. Excetuando os quatro evangelistas, a Igreja considera os demais textos como Apócrifos.

Existem muitos Apócrifos por aí, temos o Evangelho de Felipe (bom descritivo dos costumes da época), de Tomé (o Conto da Pérola é maravilhoso, recomendado aos espíritas), o Livro de Enoque (primeiro relato em primeira pessoa), enfim, ta fora da Bíblia, é Apócrifo.

E você pode até achar estranho, mas Judas Iscariotes também escreveu seu evangelho apócrifo.

O EVANGELHO
Papiro Judas
A questão maior é que o referido manuscrito, além de apócrifo, descreve a traição de uma forma um pouco diferente da qual estamos acostumados a escutar. Talvez  não se trata literalmente de uma traição, mas de um plano. Judas deveria entregar Jesus para as autoridades romanas, seguindo orientações do próprio Jesus.

Muita gente torceu o nariz quando da descoberta do referido manuscrito, e é por isso que o Sr. Barabe e sua trupe estão estudando desde 2006 para descobrir se tal evangelho pode ser verdade.

A DESCOBERTA
Em 1970, o Evangelho de Judas foi descoberto e é alvo de intensa investigação. A equipe do Sr. Barabe acredita que o referido evangelho (escrito em copta) tenha cerca de 1.700 anos.

Como se não bastasse o Evangelho ser escrito pelo próprio Judas e tratar-se de um Apócrifo, ainda há um outro fato intrigante e que foi crucial para a conclusão do estudo.

A tinta.

A fórmula usada para fazer a tinta usada na elaboração deste evangelho parece ser uma fórmula única, ela foge ao padrão das tintas da época, daí uma das polêmicas. Basicamente, para conseguir uma tinta a base de ferro, você precisa misturar sulfato ferroso (FeSO4) com uma solução de ácido tânico (C6H2(OH)3COOH). Outras coisas são incluídas para ajudar a atingir a textura certa para fixar no papiro. O fato é que a tinta usada não tem o sulfato ferroso. O mesmo procedimento usado para estudar as tintas do referido manuscrito, identificou que há um equivalente dessa tinta em manuscritos egípcios que datam do Séc. III ou IV a.C. que tratam de registros de terras ou certidões de casamento. Era um estudo francês que estava no Museu do Louvre.

Joseph Barabe acredita que o evangelho foi escrito durante um processo de transição, uma fórmula perdida no decorrer dos anos. A conclusão de todo este estudo, na íntegra, fez parte de um simpósio sobre arqueologia química promovido pela America Chermical Society e publicado na 245ª Edição do National Meeting & Exposition.

CONCLUSÃO
Acredito que muita gente caiu matando em cima do Evangelho de Judas, já que o texto parece propor que tudo não passava de um plano sórdido e que Jesus não vai além de um patife enganador, ainda, o manuscrito teria sido escrito pelo ”traidor” Judas, qual credibilidade poderia ser dada a um relato daquele que traiu o Filho de Deus?

Conforme mencionado anteriormente, há uma série de Apócrifos ou mesmo pedaços de textos que propõe coisas bem diferentes das quais estamos acostumados a ouir ou mesmo até coisas absurdas (como o papiro que falava de Jesus ser casado com Maria Madalena). Eu já havia mencionado a muitos carnavais passados a questão do evangelho de Judas.

A Ciência provou que o evangelho tem, sim, sua parcela de verdade, a tinta corresponde ao período certo e ainda apresenta características particulares. Ficou mais difícil de reprovar o documento.

Até onde sua Fé aguenta?! Já se perguntou isso?! Tem medo de saber?!

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s