Mês da Mulherada – A Pitonisa de En-Dor

PitonisaNossas desmedidas homenagens ao sexo feminino não param e Elas acham pouco. Então iremos o mais longe possível para mostrar que Elas sempre fizeram diferença no Mundo Fálico.

Na ultima postagem, falei sobre Lisístrata e como a abstinência sexual vira a cabeça até do mais feroz guerreiro, afinal, a liberdade para o sexo também tem seus problemas…

…Helena de Troia que o diga, mas é um assunto para outra postagem.

A mulher da qual falaremos hoje é uma Pitonisa (Mulher que evoca espíritos). Durante o início do reinado de Israel, trouxe dos mortos o Profeta Samuel para falar com o rei Saul (unificador das Tribos de Israel). Conhecida como A Pitonisa de En-Dor, sua passagem no primeiro livro de Samuel (Bíblia sagrada) é bem rápida, mas bastante significativa.

Muito questionada e criticada sobre a veracidade de seu feito (evocar o profeta de Deus dos mortos), alguns religiosos acreditam que ela é erroneamente interpretada. Quem estará certo?

UM POUCO DA HISTÓRIA DO REI SAUL

Samuel e Saul
O Profeta Samuel unge o novo Rei, Saul.

Para quem não sabem, Israel ainda era uma cacetada de tribos dispersas e em nada se pareciam com os Prósperos Reinos Potentes que já existiam na época de Saul, Samuel e a Pitonisa.

 

Segundo a Bíblia, Deus informou ao profeta Samuel que procurasse alguém que preenchesse os requisitos para o posto de Rei (o povo não queria um Deus todo poderoso, mas um Rei para chamar de Seu). Saul guerreiro forte da Tribo de Benjamim e logo chamado para governar, porém, governaria obedecendo a Deus, que falaria pelo profeta Samuel.

Parece fácil, mas estamos falando de gerenciar Pessoas e elas nunca ficam satisfeitas.

Moisés que o diga.

Nossa, estou cheio de referências hoje. Mas vamos em frente.

As vezes, o novo Rei fez ouvido de mercador pro profeta e baixou a crista pro Povão. Outras vezes, conciliava as ordens de Deus com o que o povo queria.

Por exemplo: Quando venciam uma Guerra, Deus falava (pelo profeta Samuel) para destruir tudo, mas tudo mesmo! Nada de reféns / cativos, nada de espólios, tudo devia ser queimado. A Galera achava um desperdício e levavam animais, tapeçarias e comida. Normalmente Saul liberava geral e acabava repreendido por Samuel e pelo próprio Deus na sequência.

E isso foi se acumulando no Curriculum de Saul aos olhos de Deus, tanto que Deus acabou passando o reino de Israel para Davi (um pastor, o filho mais novo da Nona Tribo). Porém, Samuel faleceu sem passar a informação para frente, o que complicou o meio de campo. Saul aproveitou e não apenas continuou no comando, mas proibiu qualquer comunicação com os Mortos, mantendo a Verdade oculta.

Eu gosto muito da história do Rei Saul, mas vamos falar da Mulher, certo?!

A PITONISA
Nossa homenageada aparece quando o Rei Saul, desnorteado com o rumo da Guerra contra os Filisteus, consulta a única Sacerdotisa da região de En-Dor capaz de falar com os Mortos. A Pitonisa traz, de forma dramática, toda a atmosfera mística que permeia o Antigo Testamento por inteiro.

Eu adoro o Antigo Testamento.

É Ela que traz o profeta Samuel e proporciona ao temeroso Rei Saul a real situação em que se encontra: Tentou usurpar o trono dado a Davi, não obedeceu a Deus enquanto Rei e, ainda, perderia a batalha contra os Filisteus.

De fato, seus filhos morreram em batalha e Saul, em desespero, acabou se matando

Uma droga, se me perguntarem.

CONSIDERAÇÕES

Apolo_de_belvedere_-_vaticano[1]
Estátua do Deus Apollo
O termo “Pitonisa” vem de Píton. Diz a Mitologia Grega que Apollo era o patrono dos adivinhos e a clarividência era um poder exclusivo dele. Quando Apolo fundou seu Oráculo  em Parnaso (próximo de Delfos), deu de cara com Píton, uma serpente (ou dragão, depende da tradução) que oprimia os homens da região. Logo o deus matou Píton com suas flechas e a queimou, suas cinzas são encerradas em um sarcófago e funda os jogos Píticos.

Mata a cobra e mostra o pau!

A Pitonisa mostra bastante determinação e valentia, não apenas por trazer alguém do calibre de Samuel do mundo dos Mortos, mas, também, por atender a uma ordem dada pelo próprio Rei.

Na verdade, a Pitonisa ainda avisa da proibição de Saul, antes do ato. Ainda, descreve a figura fantasmagórica que aparece e transmite a mensagem aos guerreiros.

Há quem fique mais “afetado” por essa passagem desenhar um cenário Forte da participação (e possibilidade) da comunicação com os Mortos e os possíveis “perigos” de tal prática. Religiosos mais fervorosos acreditam, até, que a Pitonisa enganou Saul e seus Companheiros, ao descrever “de forma vaga” a figura de Samuel.

Saul não teria visto o fantasma, pois estaria prostrado.

Outro ponto questionável é a “previsão” feita por Samuel. Na bíblia, Deus afirma que as palavras proferidas por Samuel nunca cairão por terra (Samuel 3:19). Porém, durante a “Reunião Mediúnica”, o Espírito diz que Saul perderia a guerra e todos os seus filhos morreriam, porém, apenas três filhos morrem (Jônatas, Abinadabe e Malquisua) e Saul não morre lutando, diante da própria agonia, tira a própria vida.

Morreu de morte morrida, e não de morte matada. No final das contas, deu na mesma. Ah, falando em reunião mediúnica…

A PITONISA ERA ESPIRITA?!
Eu falei da Alcione (livro espírita Renúncia), então vou aproveitar o embalo. Em muitas traduções da Bíblica, podemos encontrar o termo “Espiritismo” em meio as práticas proibidas por Saul, quando da morte de Samuel.

Além do fato de uma pessoa, orientada por um Espírito, aponta eventos trágicos.

Isso leva muitos Religiosos a se sentirem no direito de por o dedo no meio da sua cara e dizer que Espíritos dormem e que isso é coisa do “Inimigo”e você precisa aceitar Jesus, pois ele tem planos pra você e ele te ama blá blá blá…

…não me refiro a nenhuma Religião em especial, mas acredito que você lembrou de alguém.

A questão é que não há como Saul impedir a prática do Espiritismo, pois tal prática (com esse termo específico) não existia naquelaépoca e, acredite em mim ,isso é muito dificilpara algumas pessoas entenderem.

O que ocorre é uma falha na tradução, quando muitas bíblias de muitas editoras passam pelo olhar de diversos tradutores, a opção que resta é usar sinônimos e, levando em conta que a Bíblia vem do Hebraico para o Latim (idiomas tão diferentes em sua construção como o Dia e a Noite), erros de interpretação e transliteração acontecem aos montes.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s