Cecília Giménez quer direitos autorais pela “recriação” de Ecce Homo

Quem não conhece o nome Cecília Giménez ou o caso do Ecce Homo?!

Enfim, caso você tenha passado os últimos meses preso em uma caverna ou em outra dimensão ou mesmo, farei a fineza de explicar. Cecília é uma senhora de 81 anos que, ao praticar seus dons de pintura e munida da maior das boas intenções, arruinou uma pintura sacra centenária conhecida como Ecce Homo, uma pintura de Elis Garcia Martinez. A referida pintura foi cedida pela neta do pintor (Tereza Garcia) que já manifestou publicamente sua indignação diante do evento.

Ao contrario disto, todo o planeta parece ter aprovado a mudança da face de Cristo na pintura original. Peregrinação de turistas (isentos de qualquer senso crítico artístico) é rotina na igreja de Nossa Senhora da Misericórdia, em Borja (Saracoza). Antes de um verdadeiro batalhão de especialistas decidirem (muito tarde, por sinal) verificar o que poderia ser feito pelo afresco, a octogenária teve o que foi chamado de “crise de ansiedade”. Os especialistas pediram cerca de 15 dias para dar um veredicto sobre o estado da pintura.

Enquanto isso, na sala de justiça…

A movimentação na igreja de Borja era caótica. Um “entra e sai” miserável de pessoas que estavam mais interessadas em fotografar aquela gafe religiosa herética do que, especificamente, louvar a Deus. Acontece que a referida igreja tomou uma decisão bem humana: Cobrar 1 Euro pela entrada. Caso acatada pela população, a igreja iria arrecadar uma grana boa ,visto que a esculhambação lá tava grande. Caso não acatada, a paz reinaria novamente em Borja.

Atualmente os valores arrecadados são impressionantes a ponto de Cecília Giménez exigir direitos autorais.

Sinceramente não dá para acreditar, uma senhora que até pouco se mostrava tão fragilizada com a ideia de seu trabalho ser ridicularizado por todas as pessoas vivas (e talvez até as mortas ), sem falar na vergonha de destruir uma pintura centenária. Ninguém mais se refere ao afresco pelo nome original, mas por Ecce Mono (Mono é macaco em espanhol). Agora que tem dinheiro na jogada ela junta advogados e parte pra cima?!

Exija logo, além de sua fatia generosa do bolo, a mudança do nome do quadro para “Ecce Mono”?

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s