Descoberta: Ossada em igreja seria a modelo de Monalisa

O simbolismo, como complexo recurso comunicativo, ocorre de forma competente quando ferramentas cujo significado interessante só cabe aos detentores dos mesmos costumes, pois conhecem todo o místico folclore e a cultura inerente a cada simbolo. Este tratamento se dá desde que a humanidade caminha por estas bandas e, para muitos, apresenta-se como uma linguagem primitiva.

Quando escuto esse tipo de patifaria, lembro de pessoas que confundem primitivo com ancestral ou antigo, ilustrando seu raciocínio com civilizações como os egípcio, maias ou babilônicos como civilizações primitivas. Apesar de todos estes povos utilizarem uma linguagem rebuscada, enigmática, quase um calculo matemático, a simbologia pode-se aplicar em todas as áreas que nossa imaginação permitir. Desta forma, fica fácil entender tantas antigas civilizações como antigas, bem diferente de primitivas.

O simbolismo, aliado ao imaginário intelectual humano excede limites sempre que convém.

 

Imagem tirada do site de notícias G1

O que me lembra a notícia da ossada que supostamente seria da eterna e mítica Monalisa, pintada pelo também mítico Leonardo Da Vinci. Ai você deve se perguntar: Como os arqueólogos sabem que trata-se da musa que inspirou o quadro mais polêmico e controverso de todos os tempos?!

Os estudos levaram os arqueologos ate um convento chamado Santa Ursula ( Florenca-Italia), abandonado atualmente, que foi a residencia de Lisa Gherardini apos a morte de Francesco del Giocondo.

Um italiano mercador de seda, marido da suposta musa de Da Vinci. Lembrando que o quadro mais famoso de Leonardo Da Vinci tambem e conhecido como La Gioconda, isso lanca os arqueologos praticamente direto em uma empreitada cega, quase hipotetica.

O que deixa o evento mais excitante.

PROPOSTA DE PESQUISA
Aqui a coisa nao podia rolar de maneira mais simples e sem arrodeios. Os arqueologos, encabecados por Silvano Vinceti (exatamente, o mesmo que propôs a teoria de que Monalisa seria um “homem” e também descobriu as letras gravadas nas pupilas de Monalisa), pretendem escavar, recolher, catalogar e estudar todas as ossadas que existirem por la. Uma delas deve ser a de Lisa.

Ja ouviu a espressao uma agulha no palheiro?!

RECONSTRUINDO MONALISA

Imagem tirada do site de notícias G1

Voce deve estar se perguntando: Acharam um monte de esqueletos do seculo XVI, ok, mas como saberemos quem e a Monalisa de Leonardo Da Vinci?!

Ok, Tome, vamos aos fatos.

O esqueleto exibido ao mundo (mediante fotos) passara por uma serie de testes variados, de estudos da anatomia ossea (para saber se trata-se de um homem ou mulher), ate uma reconstrucao digital da face, usando medidas precisas do cranio, para reconstruir o rosto e identificar realmente se estamos falando da mitica Lisa Gherardini. Tal recurso ja foi usado em diversos eventos arqueologicos, Ramses II, Tutankhamon e Nefertiti sao apenas alguns nomes famosos que passaram pela reconstrucao digital.

Claro que o cranio precisa estar inteiro.

este caso sao, basicamente, uma ossada de mulher, com cerca de 62 anos (Lisa teria morrido no convento Santa Ursula em 1542) e dona do sorriso mais misterioso de nossa historia. Tambem serao feitos estudos para identificar a idade da ossada. Os requisitos exigidos para este caso sao, basicamente, uma ossada de mulher, com cerca de 62 anos (Lisa teria morrido no convento Santa Ursula em 1542) e dona do sorriso mais misterioso de nossa historia.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s