Greve de ônibus em Fortaleza

Eu tinha garantido que não faria mais comentários sobre greves ocorridas aqui na minha terrinha, por conta das inúmeras greves que aconteciam e me impediam de discutir sobre qualquer outra coisa que não fosse greve. Na madrugada de quarta (dia 20/06), os ônibus pararam e o convicto caos reinou caprichoso. Tantas greves ocorreram por estas bandas do ano passado pra cá:  Polícia Civil, Polícia Militar, Professores, Motoristas de ônibus e a lista vai, vai, vai…

… e quase não parou.

Quando acreditávamos que a gestão governamental havia encerrado seus entraves com o serviço público, eis que surge novamente a famigerada greve de ônibus, o que torna a vida do trabalhador cearense ainda mais complicada do que já é. Igualmente relatado em tantas outras oportunidades que já foram feitas neste pequeno espaço virtual tão oportuno e reincidente, houve depredação de ônibus, quebra pau no meio da rua, roubo de chaves de ônibus (exatamente, invasão e roubo das chaves para impedir o trânsito dos veículos na rua) e muita gente boiando nas paradas, esperando um cambão que não virá.

Foda.

AGILIDADE NO DISSIDIO É REQUERIDA
Visando piorar a situação (valorizando a ética do mercado), os empresários não atenderam as reivindicações e o pedido de reajuste salarial (10%) foi negado. A então prefeita de Fortaleza (Luizianne Lins) pede agilidade no processo de Dissidio da categoria, a presidente do Tribunal Regional do Trabalho do Ceará (TRT/CE), Maria Roseli Mendes Alencar receberá a prefeita hoje (dia 21/06).

Para quem não sabe, Dissidio Coletivo acontece quando funcionário e empresa, representado por seus respectivos sindicatos (SIM, as empresas também tem sindicato), levam seus conflitos ao presidente do Tribunal Regional do Trabalho (no caso, Maria Roseli Mendes Alencar – TRT-CE), este, por sua vez, decidirá o melhor caminho.

Favor não confundir Dissídio Coletivo com Reajuste Salarial por Data-Base.

FUNCIONÁRIO X EMPRESA
Conforme apontado acima, sindicatos não protegem apenas aos funcionários, mas também as empresas. O Dissídio acontece quando as empresas que defendem os interesses de funcionários e empresas não entram em acordo, devendo intervir uma terceira pessoa para tal. O fato que ilustra bem essa situação é o exposto a seguir.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) resolveu entrar com as duas pernas nessa confusão. Entrou hoje (dia 21/06) no TRT-CE um pedido de Ação Declaratória de Abusividade de Greve, por conta das inúmeras depredações ocorridas durante todo o dia de ontem (dia 20/06). Apesar das orientações sempre prontas por parte do pessoal do Sintro (Sindicato dos Transportes Rodoviários no Estado do Ceará), Cláudio Renon (advogado), o sindicato ainda não foi notificado pelo TRT e só se pronunciará quando a notificação ocorrer.

Para quem não sabe ,a Ação Declaratória de Abusividade de Greve só é cabível quando um determinado serviço é negado à população, mesmo o considerado essencial.

PROPOSTAS ALTERNATIVAS DE TRANSPORTE
Depois de mais de treze anos de espera e um orçamento de mais de um milhão gasto, o tão sonhado METROFOR finalmente saiu do papel e terá uma oportunidade única de mostrar serviço (diante de tantos problemas que sua obra trouxe aos cidadãos). Ainda que as ruas de Fortaleza estejam cheias dos transportes alternativos (chamados de Topics), estes não estão dando conta do recado. Para tanto, o METROFOR fará uso de seus VLT – Veículo Leve sobre Trilhos.

Cada veículo (três no total) comporta quatro carros e um total de 766 passageiros, está operando em fase de teste, o que não foi impeditivo para a população cearense, que encarou a nova modalidade de transporte como “ultimo recurso” para não levar bronca da chefia imediata. Os horários se estendem por conta da greve (16:00h à 19:00h). Reza a lenda que não há cobrança de passagem nesse período.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s