Unica imagem dos gêmeos de Cleopatra e Marco Antonio

A Arqueologia (servindo nas questões de Interdisciplinaridade) serviu bem o propósito de trazer ao mundo grandes ícones de nossa História, não apenas como é passado nos livros, mas como indivíduos influentes, batalhadores, verdadeiros agentes da História.

Temos inúmeros achados arqueológicos prontos para comprovar uma sociedade avançada e corroborar seus registros, mesmo aqueles tao incriveis.E isso é estranho, pois, pra muita gente, é difícil crer nos prodígios de Sociedades tão antigas…

… vale lembrar que “Antiga” é diferente de “Primitiva”.

Enfim, Personagens tão polêmicos, cuja confirmação de sua existência é questionável, podem ter mesmo caminhado por esta terra de meu Deus? Poderiam mesmo ter vivido e criado conforme descreve os registros?

É sobre isso que falaremos hoje.

A ÚNICA REGISTRO DOS GÊMEOS DE CLEOPATRA E MARCO ANTONIO
A estátua que exibe a única retratação conhecida dos filhos gêmeos de Cleopatra VII e Marco Antonio tem cerca de 1 metro de altura e apresenta os gêmeos abraçados, também é notório a presença do cacho infantil.

Para quem nao sabe,  os filhos gêmeos são Selena II e Alexandre Helio. Cleopatra VII ainda teria Ptolomeu Filadelfo e outro filho, Cesarião, fruto de um relacionamento com Julio César, esta criança teria encontrado a morte nas mãos de Augusto, enquanto este passava o rodo por todo o mundo conhecido atrás de reaver o título que era seu, por direito.

Há muitos Césares por aqui!

O anúncio de tal descoberta foi feito pelo Conselho Nacional de Pesquisas da Itália, mas é a egiptóloga Giuseppina Capriotti que merece o crédito. A estátua foi encontrada em Dendera (Egito), mais especificamente e um templo dedicado à Hator. Essa região foi capital do sexto Nomos tem esse nome (romanizado, por sinal), entre várias especulações, por ser uma variante de um dos nomes da deusa Hator.

Selena e Helio 01
A Estátua com a representação dos gêmeos filhos de Cleópatra VII e do General Marco Antonio

Ainda, a menina (Cleopatra Selena II) apresenta uma lua no alto da cabeça, ao passo que o menino (Alexandre Helio) apresenta um sol. A evidência maior do que a egiptologa chamou de “Contaminação Cultural” é que o sol representa a virilidade é em Roma.

O fato da representação abraçados reforça o simbolismo de que nasceram juntos, além da união das duas Culturas. Giuseppina ainda formalizou que empreendeu todo um estudo sobre o achado.

UMA RAPIDINHA COM MARCO ANTONIO
General de Júlio César, inimigo declarado de Caio Júlio César Otaviano (Augusto, para os íntimos) e do orador Cícero, além de porra louca por excelência, Marco Antonio nasceu em uma família de patrícios (nobreza romana), filho de um orador e de uma sobrinha de Júlio César. Após a morte de seu pai, ganhou um padrasto como político e este logo foi sentenciado a morte pelo orador Cícero.

UMA RAPIDINHA COM CLEOPATRA VII
FCleopatra VII falava vários idiomas, era estratégica, altamente articulada e travou batalhas para unir sua cultura egipcia (na época o Egito já não tinha nem uma fração do esplendor de outrora) com a cultura romana.Foi mulher de Júlio César e Marco Antonio. Traçar uma arvore genealógica para esta tão distinta dama do antigo Egito é mais difícil do que entender suas intenções. Faz-se necessário um estudo mais apurado.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s