Projeto Qubbet el-Hawa – Descoberta de múmias e sarcófados de madeira

Recentemente andei muito centrado nas manifestações de greve ocorridas por estas bandas do Ceará, para você ter uma pequena ideia do ocorrido, praticamente todo o estado parou por conta do “efeito dominó” causado pela greve. Diante dos fatos, sendo um legítimo cidadão cearense, nada mais normal do que usar meus recursos para propagar o assunto e promover a conscientização e debates acerca dos fatos.

Claro, meu blog não é o mais visto da internet, mas tem lá os seus visitantes, então já fiz minha parte.

Dessa forma, pretendo refrear esse meu lado “marxista revolucionário ativista pró-ativo cheio de anfetaminas” e me dedicar mais aos enfoques de outrora, afinal, o nosso antigo Egito insiste em emergir das areias quentes banhadas pelo grande Rá. Novas notícias seguem neste blog.

Sigam-me os bons!

Sarcofago de madeira encontrado pelo Projeto Qubbet el-Hawa

Há um projeto promovido pela Universidade de Jaen (Espanha) que visa catalogar e mapear toda a necrópole de Qubbet el-Hawa. O Projeto Qubbet el-Hawa (não poderia ter um nome mais óbvio) apresenta tal ousadia, na verdade, toda essa brincadeira é promovida pelo Professor de História Antiga Alejandro Jimenez Serrano.

Tal campanha escava a região desde 2008 e apresenta ao mundo suas primeiras colheitas e a noticia já corre solta pela grande rede. Um vasto material arqueológico, além de um enorme sarcófago de madeira ainda lacrado.

De acordo com o Sr. Alejandro Jimenez, tais estudos promovidos pela Universidade de Jaen vão além das necessidades arqueológicas. A possibilidade de desenvolvimento de novas tecnologias para apoiar eventuais pesquisas posteriores, é o caso da proposta de “scanear” diversos papiros para um banco de dados 3-D.

A Campanha, que já está em sua quarta etapa (provavelmente se encerrará no dia 03 de março que se avizinha), conta com muitas outras surpresas.

A imagem exibida por todo o mundo (o tal sarcofago de madeira) pode ser de um governador da XII dinastia, visto que a área é apontada como necrópole de altos funcionários e de comerciantes de respeitada estirpe. Corre a suspeita de mascaras mortuárias surgirem logo que os pesquisadores adentrarem mais na necropole.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s