Todos somos Khaled Said

O tempo passou rápido, já decorreu mais de um ano e pouco mudou desde a debandada de indignados cidadãos árabes contra um governo opressor e dominante, conhecida mundialmente como Primavera Árabe. Realmente não sei dizer sobre o que foi veiculado na mídia sobre esse bizarro evento de calendário que agora comento (seus filhos estudarão na escola sobre este assunto, é a história que se desenrola diante de seus olhos, é bom estar informado). A falta de informação ou a divulgação desmedida da mesma informação (Ctrl C + Ctrl V), além do atraso nesta postagem se deve ao fato de minha mudança de residência. Você não leu errado, sai do “cativeiro” onde me encontrava anteriormente ao melhor estilo “Moisés liderando o povo hebreu pelas areias do Egito”.

Parece um tanto contraditório lembrar a comemoração do aniversário da morte de Khaled Said e as manifestações nos países Árabes. Um aniversário evidencia o nascimento e a morte traz a dor e a saudade pela partida (forçada ou não), já dizia Chico Buarque que a saudade é o revéz de um parto de alguém que já morreu.

Fica dificil acreditar que tudo teve início com o assassinato de Khaled Said (o gigante na caricatura acima), mais dificil ainda é imaginar que tantos ditadores (como o excêntrico Muammar Kadafi e Hosni Mubarak) cairam aos pés do povo. Apesar dos pesares, acredito que a imprensa brasileira tenha dado um enfoque maior nestes eventos que perduram desde o ano passado, porém, não creio que o enfoque seja maior do que o tratamento dado ao caso da pedrada no Pe Lanza, o tal estupro no BBB ou na Luiza que foi para o Canadá.

Macacos me mordam!

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s