Greve de Policiais – Caos em Fortaleza

Enquanto a honra e a segurança cearense significar menos do que 15 minutos de show pirotécnico pra turista, falaremos sobre greve.

Eu já postei em vários sites e falo para toda e qualquer forma de vida baseada em carbono: Fortaleza enfrenta, atualmente, um momento insustentável. O governo do estado nem se compadece nem apresenta qualquer peso na consciência. Sabido é, de qualquer cidadão, que os PMs sobem o cadafalso todos os dias munidos com um “colete corporativo” e um revolver “mata calango”, porém, destemidos e muitos levam a farda acima do dever e dos valores reais que deveriam constar no contra-cheque.

Aqueles que aderiram ao movimento receberam R$1,00 por conta das manifestações, caracterizando falta, porém, nem todos os PMs deixaram seu posto. Prova clara de responsabilidade.

QUAL É O BABADO?
Para quem não sabe, houve o evento mais megalomaniaco de nosso estado: O reveillon na praia de Iracema. A Polícia Civil e bombeiros fincaram o pé e fizeram mais uma manifestação, tentando convencer o governo do estado do gritante óbvio. Visando evitar uma afronta direta, houve a opção por uma manifestação saudável e inteligente: A folga de trabalho por doação de sangue. Além de ajudar a encher os bancos de sangue do HEMOCE, os manifestantes poderiam faltar ao trabalho sem perdas, porém, o Comando Geral da Polícia Militar baixou uma portaria impedindo a doação de sangue sem a obediência do prazo mínimo de 48 horas, visando manter a ordem das pessoas e do patrimônio público. Para resumir, foi decretado Estado de Emergência. O potente documento foi o suficiente para justificar a vinda da Força Nacional para proteger o reveillon.

Só eu acho isso uma desmedida?

Atualmente, Fortaleza está entregue aos marginais: Não é preciso ser nenhum investigador para perceber que transbordam as publicações em diversas mídias (jornais impressos e virtuais), sites de relacionamentos, telefonemas, sinais de fumaça e gritos pelas ruas. O centro comercial da cidade está fechado e pontos de comércio estão fechando suas portas por conta do medo.

CULTURA GEEK

Para você que mora fora de Fortaleza fica melhor de acompanhar o movimento do sinistro por estas bandas pelo Facebook. Da mesma forma que ocorreu na primavera Árabe, o referido site de relacionamentos expõe de forma clara e sem (acredito eu) exageros tudo o que se passa em cada bairro. Seja por meio de rápidos posts, seja por imagens de quinhão cômico, a verdade aparece e basta interpretar.

São aquelas coisas onde você se assusta e se surpreende, mas não tem coragem de dizer que é mentira.

EFEITO DOMINÓ
Ao que parece, a saída de campo dos policiais civis (outros grupos táticos de defesa estão aderindo ao movimento como é o caso do RAIO e o Batalhão de Choque), a marginalidade entrou e botou uma cadeira no meio da sala. O Facebook não para de receber postagens sobre furtos, roubos e até vandalismo. Os jornais cearenses que detém sua opinião política muito bem delineada evita de citar pormenores e até chegam ao descabido: Mentem! Eu já li que a onda de arrastão que varre Fortaleza é apenas boato.

Para piorar, o Sindicato dos motoristas de ônibus do estado do Ceará já comentam em paralisação, diante de tamanho horror que cumula sobre a cidade.

CRIME MILITAR
Uma das alegativas do governo para frear o movimento grevista dos PMs é a caracterização de Crime Militar. Para quem não sabe, crime militar é uma visão jurídica de infração de lei característica apenas para militares e um dos pontos apontados é exatamente o desacato e o abandono de posto.

As cores que o governo precisava para pintar um retrato tão prepotente e desfigurado para o corpo de policiais quanto o que foi desenhado para os professores e exposto ao público.

Sócrates apontou a necessidade de governantes ganharem menos por conta do seu cargo. Leiam A República e vocês terão uma noção diferente sobre “trabalhar por amor”.

Repetindo para quem não prestou atenção no início: Fortaleza vive, atualmente, um momento insustentável. O Governador vive seu êxodo particular, só está faltando um Moisés para fazer justiça e fazer reinar o bom senso. Para terminar (pois estou escrevendo durante meu almoço e ainda não comi nada), deixo uma pequena questão para vocês pensarem enquanto correm dos bandidos: O que pesa mais diante da sociedade: Crime Militar ou Ditadura?

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. eu mesmo disse:

    O Governador é um ditador, até agora não deu as caras e a prefeita ta escondida em algum lugar. enquanto a gente tenta trabalhar mas não consegue ja que a população(clientes) tem medo de vir aqui.

    Curtir

  2. Lúcia disse:

    É isso aí pessoal, temos um DITADOR no poder, enquanto as categorias lutam por melhores condições de trabalho, o nosso excelentíssimo governador DITA: GREVE ILEGAL!
    Com a greve dos professores foi a mesma coisa; infelizmente a polícia chegou a espancar os professores, hoje eles (policiais) sentem na pele o autoritarismo do governador, enquanto as categorias permanecerem isoladas as coisas não mudarão, a união das classes é que fará a diferença um dia.
    Sou professora e sou a favor da greve dos policiais.
    Boa sorte a todos!

    Curtir

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s