Grito patriota

Estou mais confuso do que o porquinho aí do alto e explicarei o motivo.

Para todos os que viram o jogo entre Alemanha e Espanha na tarde do dia 07/07/10, aconteceu algo que, por mais incrível que possa parecer, surpreendeu mais do que a derrota da favorita Alemanha: Um torcedor invadiu o campo correndo e soprando uma maldita vuvuzela vermelha mostrando a camisa com o símbolo do Superman… pedindo paz no mundo. A tal da camisa tinha escrito Peace in the world, quer dizer algo como paz no mundo ou coisa do gênero.

Verdade. Eu vo-lo digo!

De fato, quando eu vejo um desocupado invadindo o gramado correndo e não se trata de um jogador, ou juíz ou um torcedor do curintiãs junto dos “mano” querendo dar porrada, não consigo arrumar intelecto para imaginar o que poderia vir a ser. Maradona invadindo o campo para beijar todos os argentinos que ele puder já é uma constante nessa copa. A Alemanha fez a fineza de mandar os “Loser Hermanos” para casa, cancelando todas as chances do cheira pó ficar nú. Tudo isso graças a Joachim Low e seus jovens garotos.

A Alemanha perdeu 02 guerras mundiais e agora esta fora da copa do mundo de 2010, porém, igualmente ao Brasil, não desistirá nunca. Para mim, esta é uma filosofia meio conformista, para derrotados mesmo, porém, não discutiremos isso.

Não hoje.

O acontecimento insólito relatado no início deste post é incrivelmente oportuno, mesmo para uma copa que não perde uma oportunidade quando quer surpreender. Não tenho a menor idéia de quem seja a figura que invadiu o campo rogando paz, eu também não tenho muito interesse em saber quem seja (o que sei é que ele tem um péssimo gosto para cuecas, conforme fotos no site do terra). A violência anda comendo solta por ai e agora me aparece esse cara do nada, pedindo paz durante o maior evento do futebol, espero que alguém tenha prestado atenção e refletido sobre o assunto. Estamos passando momentos difíceis por aqui e, do jeito que a coisa anda, vai ficar complicado, viver não tá mais tão lucrativo assim, não se vê mais cara, não se vê mais coração. Conforme mencionado anteriomente, o momento é oportuno, mais do que isso, é quase um “é agora, ou nunca”. A morte tá aí e a consciência humana precisa dar uma refletida sobre o assunto, então, acredito que o rapaz foi bem sucedido.

De fato, acredito que a maior parte dos eventos ocorridos neste ou em outro mundo, não teriam a menor importância para qualquer criatura pensante caso não fosse amparada por eventos maiores vislumbrados em paralelo pela sociedade existente, na época do ocorrido. Entenda que um evento não poderá, de forma alguma, ser interpretado de forma interessante por uma sociedade se não for apreciado com base no estilo de vida vigente ou nos parâmetros que regem sua época.

O “Bug do milênio” seria um anúncio perfeito em uma fazendinha na beira da estrada caso não ocorresse em plena era da informática.

A copa do mundo está aí como um ritual antigo, onde todos os povos envolvidos são testados em suas habilidades físicas e emocionais, é um lugar santo onde arrogância e violência não têm voz nem vez. O descontrole emocional também está fora de questão, os antigos promoviam guerras terríveis, com base em um ressentimento forte e não mediam forças nem vidas para darem cabo dos inimigos, porém, durante o período sagrado das festas esportivas, a guerra não rolava por nada no mundo. Inclusive, o arauto não era morto durante esse período, o que era muito bom para o indivíduo. Muitos pensam que a Carnéia era um ritual esportivo, mas não é. Apenas era uma cerimônia de caráter matrimonial. Atualmente, as guerras são um negócio lucrativo e mais interessante do que o esporte ou qualquer outra coisa que tenhamos no momento.

… ÉS BRAVO, ÉS FORTE, IMPÁVIDO COLOSSO

Vemos aqui onde o emocional fala mais alto, o meio-campo “meia boca” desce do salto e roda a baiana junto com o filho de Juca Kfúria, André Kifóuree, trocando “agulhadas” em coletivas (percebam que não sei escrever o nome deles). Parece que as entrevistas coletivas viraram beira de lago para lavar roupa suja, Dunga também passou poucas e boas com a imprensa global, inclusive, muitas vezes a Grobo evita divulgar entrevistas que desagradem o técnico do escrete canarinho. Dunga também come o pão que o diabo amassou com a ajuda da internet, leia aqui, aqui, aqui e aqui. Ao menos o Dunga tem alguém que o defenda e não é de sua família.

TERRA – XENOFOBIA PÓS-COPA PREOCUPA AUTORIDADES

Pensando em conflitos dessa natureza, podemos lembrar das intrigas ocorridas entre os camaroneses. Creio que não preciso comentar os casos onde atletas que cresceram nas favelas e se destacaram na carreira como integrantes de times de futebol, com carreira, dinheiro e juventude, agora estampam as páginas policiais de todos os veículos informativos que podem existir, seja no Brasil, seja em qualquer outro país. Não quero ser taxativo nos clubes esportivos que mais parecem filiais do Bangu 1, mas o que mais cai na mídia atualmente é o Flamengo.

Consta nos autos uns 3 atletas com crimes que são dos mais diversos. Claro que o Flamengo não tá criando marginal para aloprar mais ainda esse Brasil, tem criminoso e maluco doente das idéias em muitos outros clubes por ai. As loucuras variam entre aparições ao lado de traficantes armados, agressão contra mulheres e levar 3 travestis para um programa e depois querer dá um calote, porém, muito provavelmente nem o maníaco do parque chegou perto de fazer o que este aqui acabou de acrescentar em seu curriculum

 …DOS FILHOS DESTE SOLO, ÉS MÃE GENTIL

Aqui está um cara que nunca mais poderá sair na rua outra vez. Nem pretendo discorrer muito sobre esse assunto pois ele é bizarro demais, até mesmo para os moldes atuais, onde quase todo mundo tem passagem pela polícia e não se preocupa mais com a lei, a ordem correta das coisas ou mesmo com o bem do próximo. Caso você não esteja sabendo nada sobre o assunto, devo deduzir que você foi fechado à vacuo dentro de um H.D. ou foi engolido por uma baleia. Realmente, cada dia que passa, me sinto como um alienígena pois ainda não consegui entender o que passou na cabeça desse cara. O goleiro simplesmente tinha tudo que ele precisava e muito mais, consta nos autos que ele sequer demonstrou interesse em saber que fim levaria a Eliza. Bateu a louca, entregou a mulher na mão de 3 psicóticos doentes e foi pro Rio jogar bola.

Esse cara vai pro inferno sem escala.

Conversando com uma pessoa que gosto muito onde eu trabalho, ela comentou que era incrível como não existiu ninguém para expor os fatos como eles são, não existiu ninguém que segurasse esse monstro, não existiu ninguém para torná-lo lúcido novamente (ou não). Enfim, dentro do meio social onde estava inserido o tal goleiro, não há uma única consciência NORMAL. E não me venham com essa de direitos humanos, o goleiro não tem perdão. Nem o caseiro assassino maldito (o tal do “Russo”), nem o tal do macarrão, o moleque dedo-duro não é nenhum coitadinho e deve pagar, também, o preço pelo assassinato pois mesmo arrependido, ajudou. O pior é que já existem inúmeras comunidades em sites de relacionamentos fazendo graça com a situação, os vídeos da moça assassinada nunca foram tão acessados.

GINÁSIO DE BASQUETE NO AFEGANISTÃO É USADO PARA EXECUÇÕES PÚBLICAS

Acredito que eu já tenha explicado minha confusão apontada no início do artigo. Ser alguém violento e refém do dinheiro e do prazer é o que há. O jogo agora é ser filho da puta, justiça e retidão é coisa de gente otária. Pode ser que eu tenha um intelecto inferior ou raciocínio lento, porém, não ví lucro algum na atitude do goleiro maldito, agora ele vai pagar e, por mim, viraria mulherzinha na cadeia.

… MAS SE ERGUES DA JUSTIÇA A CLAVA FORTE

O esporte, que era tão cultuado na Dinastia Ming, no tempo do rei Leônidas ou mesmo na época dos faraós não consegue mais segurar essa parceria violência/dinheiro. A matéria apontada por último é registrada em um filme, não lembro o nome, porém, ela ocorre sim senhor. Este país, com estes eventos ocorrendo todos os dias, realmente merece ter um hino nacional como o nosso? Creio que nosso hino nacional é um dos mais belos, porém, muita coisa já não faz mais sentido ou devem ser adaptadas. A clava forte já não favorece mais a justiça, o filho desta pátria amada prefere fugir da luta pois não precisa lutar, já tem alianças políticas para fazer o trabalho todo. Acredito que este site ofereça uma linha de raciocínio que deva ser observada, no que diz respeito ao nosso hino. Creio que nosso grito patriota fica por aqui, estou tão interessado em saber quem será o ganhador da copa do mundo 2010 quanto a Alemanha está interessada em disputar a 3º posição.

Acredito que é isso que eu tinha para dizer, depois tem mais. ενθουσιασμός.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s