Grito patriota – Quero ver os jogos da copa em casa

Toda copa é a mesma coisa: Lojas e pessoas se empiriquitando com as cores do escrete canarinho, gente gastando saliva e fôlego fazendo zuada com malditas cornetas (agora carinhosamente conhecidas como “vuvuzelas“), bebedeira e muita alegria. Ainda nem comentei na caralhada de “aspirantes a técnico da seleção brasileira” que surgem aos milhões por todos os recantos do Brasil, seja na roda intelectual, seja na ressaca do dia seguinte.

Sempre existirá aquele que levanta a bandeira do país e enaltece o prazer de ser um patriota declarado e sem medo de ser feliz, o problema é que todo este patriotismo não aparece quando vem um “fí di puta” usar uma vaga para deficientes no estacionamento, visto que irá demorar apenas alguns minutinhos. Claro que haverá um brasileiro de nobre coração e vista a camisa estampada com nosso escudo, viva de acordo com as regras de nossa legislação, aprecie a C.L.T. e acredite que o acordo ortográfico brasileiro favoreceu de forma singular nosso país para todo o sempre.

Sempre existe um bobão.

Nosso Brasil está marcado pelas lutas constantes para viver de forma mais agradável, vislumbrar um amanhã mais decente para os filhos, abandonar velhos costumes e abraçar o novo com uma sensação de dever cumprido. De fato, estas são as premissas básicas de todo cidadão brasileiro (de imediato), porém, a batalha que parece interessar mais para essa brava gente brasileira, ao menos no presente momento, é a liberação para ver a copa em casa.

Não vem que não tem. Hoje eu pretendo deixar um pouco de lado as maravilhas do antigo Egito, os colossais deuses gregos, deuses nórdicos com suas intrigas,a máquina militar estratégica de reinos medievais e outros assuntos pertinentes ao fascinante cotidiano de nossa história para abordar algo que todo brasileiro gosta incondicionalmente… depois de mulher: FUTEBOL.

Mulheres que jogam bola são melhores ainda, porém, não percamos o foco.

A copa do mundo tá aí, isto é um fato. Não sei como estavam os preparativos na cidade onde você, querido leitor, esteja situado e vivendo sua vida, porém, aqui em Fortaleza, as arrumações estavam devagar de dar dó. Até cerca de 2 semanas antes da copa, não tinha nenhuma rua enfeitada, nenhum maluco com a cara pintada gritando por ai e nenhuma loja apropriadamente enfeitada para prestigiar este evento que é uma pandemia mundial. Entendam que, mesmo o comércio estava pouco estimulado para se adaptar ao que estava rolando, vi poucas lojas com as cores do país, parecia que ninguém dava a mínima para tudo isso.

Sou louco pelo 2º uniforme da seleção e não encontrei.

Acreditei, por um breve espaço de tempo, que o nosso amor pela pelota estava diminuindo. Não entendo, realmente, o motivo que levou o calor no peito do brasileiro a ficar tão morno nestas preliminares de copa. Motivos não faltam, mas todos ainda residem no campo da especulação. Deixando meu quinhão egípcio de lado só por este período de festa esportiva, façamos uma breve meditação sobre alguns motivos que possam ter abafado nosso furor pela copa do mundo.

COPA DO MUNDO 2014 NO BRASIL
Poderia ser?! O brasileiro, inconscientemente, acabou optando por poupar esforços e acabou investindo mais poder, grana e labuta nesta que promete ser a maior empreitada de nosso país?!

Acredito que a copa no Brasil não será maior do que a criação de Brasília seriam eventos marcantes na memória e no coração desta brava gente brasileira que não cansa de trabalhar e buscar seu lugar ao sol. Já dizia o poeta do cotidiano: Sou brasileiro e desisto é porra! A copa estaria de igual peso ao evento citado anteriormente, mais para um divisor de águas. Quem viver, verá.

Se não é a proximidade da nossa copa que abateu o nosso povo nesta copa na África, então poderia ser…

A ESCALAÇÃO DE DUNGA
O sangue de Jesus tem poder!

 O que temos para falar sobre isto?! Eu não entendo de futebol, mas o público está demonstrando um descontentamento implacável. Lembrando do ocorrido na copa de 94 quando o Carlos Alberto Parreira era um técnico desacreditado que alavancou a seleção brasileira para um status que até hoje faz diferença. Cuidado com as críticas, Dunga pode desembolsar o hexa e vai vir muito doidin dizer “eu já sabia…”.

Bom, este motivo não compete então vamos ao próximo.

O HORÁRIO DOS JOGOS DO BRASIL
Este parece mesmo ser nosso ponto chave. A maioria esmagadora dos brasileiros está cruzando os dedos enquanto digito este artigo, esperando a liberação do ponto para ir ver os jogos em casa. Lembro para todos que, a liberação dos empregados, será responsabilidade do empregador, não sendo uma obrigação. Isso pode ser uma informação frustrante para todos, porém, os empregadores devem lembrar que, a não liberação dos trabalhadores, pode acarretar numa série de problemas futuros como erros no processo de trabalho durante o horário dos jogos de nossa seleção até a famosa “esticadinha” do horário de intervalo para acompanhar os jogos, além do fato de que alguns empregados podem optar por apresentar um recurso para acompanhar  nossa seleção dentro do ambiente de trabalho: um celular ligado na hora do jogo.

A ausência “repentina” de alguns empregados no dia 15/06 durante o horário dos jogos não está descartada. Caso você, que está lendo este humilde artigo e trabalha nesta área, repare que esta ultima advertência pode piorar caso a ausência dos empregados ocorra em equipes de escala. Empresas entraram num acordo com os empregados, estabelecendo desde horários para a compensação dos dias que serão liberados, outras promovem uma verdadeira festa em um ambiente diferenciado, próprio para esta eventualidade. Gostaria de saber qual o motivo que leva somente o Brasil a se queixar disso, visto que outros países também usam o diálogo como base para a construção de uma decisão saudável para ambos os lados, como é o caso da Alemanha.

Finalizo este artigo afirmando que o brasileiro não é patriota coisa nenhuma, este ano tive o viés de que, nem mesmo para ganhar dinheiro, não fomos patriotas. Ainda mais se pararmos para pensar no fato de que o único momento em que usamos as cores do nosso país é durante a copa. Nosso senso de patriotismo e amor ao país sofreu um tipo de “escambo” para passar algum tempo curtindo. Parece ser apenas mais um motivo para festejar. Parece ser mais um motivo para reclamar. De fato, reclamações nunca faltarão, seja pela liberação do dia por conta do jogo, seja pela não liberação do dia por conta do jogo, muitas empresas não abrirão excessões e a rotina de trabalho de muitas empresas serão mantidas, acompanhe aqui um artigo muito bom sobre o assunto. Pode ser que não ocorram desfalques na jornada de trabalho, pode ser que nenhuma empresa saia realmente prejudicada mesmo que a ameaça seja eminente.

Prefiro aguardar, enquanto penso no próximo grito, loucura de sensacionalista. ενθουσιασμός.

Anúncios

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s